Artigos
  • LUIZ GONÇALO DA SILVA
    O posicionamento do STF amplia a possibilidade de surgimento de novas empresas e de ampliação de postos de trabalho
  • LEONARDO CAMPOS
    Impôs derrotas acachapantes, renovou na medida de sua vontade e deixou claro suas prioridades mais imediatas
  • VICTOR MAIZMAN
    Para que o Executivo possa exigir a taxa do pagador de tributos, tal cobrança deve estar respaldada em lei
  • RITA DE CASSIA BUENO
    Na atualidade, é comum a ocorrência de erros de empresas que não realizam a devida atualização realizando cobranças de forma indevida
Últimas Notícias / PROPAGANDA ENGANOSA

Tamanho do texto A- A+
13.11.2017 | 16h17
Fabricante do suco Tang é multada em R$ 1 milhão
A decisão foi tomada seguindo recomendação do secretário do Consumidor, Arthur Rollo
André Araújo
Fachada do Ministério da Justiça
DO CONSULTOR JURÍDICO

O Ministério da Justiça multou a Mondelez, empresa do ramo alimentício, em R$ 1 milhão por “propaganda enganosa” nas embalagens do pó para sucos Tang. De acordo com a Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon), ao dizer que o Tang “não contém corantes artificiais” e omitir a presença de outros corantes, induziu as pessoas a acreditarem que se trata de produto natural.

A decisão foi tomada seguindo recomendação do secretário do Consumidor, Arthur Rollo. Segundo ele, o que a Mondelez faz com o Tang é “má-fé objetiva”: dá aos consumidores informações que podem levá-los a comprar os produtos, mas deixa de informar o que poderia influenciá-los a não comprar.

“A complementação da informação de que compunham a fórmula outros corantes, inorgânico e caramelo, era essencial ao exercício da liberdade de escolha e à plena informação dos consumidores”, diz a Senacon.

“O comportamento esperado do fornecedor, nesse caso, era divulgar a informação completa em relação aos corantes e não selecionar para consignar na embalagem apenas aquilo que lhe interessava.”

A decisão foi tomada no dia 10 de novembro e publicada no Diário Oficial da União desta segunda-feira (13). A recomendação da Senacon pela condenação é de julho deste ano.


Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:
Outubro de 2018
15.10.18 17h55 » MPE vê inconsistência em monitoramento; juiz pede explicação
15.10.18 17h46 » Justiça determina que tarifa volte a custar R$ 4; Governo recorre
15.10.18 17h20 » Advogado representa MT em Congresso sobre Insolvência em Portugal
15.10.18 17h04 » PF indicia Abílio Diniz por estelionato e organização criminosa
15.10.18 16h58 » PM que desviou verba de combustível é condenado por peculato
15.10.18 16h51 » Juiz condena dois servidores por compra "absurda" de gasolina
15.10.18 16h42 » Juiz dá 10 dias para ex-secretário colocar tornozeleira eletrônica
15.10.18 16h18 » Novelli cita baixa produtividade de substitutos e pede para voltar
15.10.18 15h57 » Juíza não vê provas e nega afastar secretário de Saúde de Cuiabá
15.10.18 15h38 » Assassinos de dentista pegam mais de 100 anos de prisão



Copyright © 2018 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet