Artigos
  • RITA DE CASSIA BUENO
    Vale ressaltar que a prisão não extingue o débito alimentar, não isentando o devedor de pagar os valores vencidos e vincendos
J. do Trabalho / ATITUDE INCIVILIZADA

Tamanho do texto A- A+
28.07.2017 | 15h04
Demitida pelo WhatsApp será indenizada em R$ 10 mil
Ficou clara a forma vexatória como o empregador expôs a rescisão contratual, diz a juíza
Divulgação
Funcionária foi demitida pelo aplicativo WhatsApp
DO CONSULTOR JURÍDICO

Demitir trabalhador por mensagem em grupo de WhatsApp é atitude incivilizada que deve ser reparada por indenização. Esse é o entendimento da 19ª Vara do Trabalho de Brasília ao analisar ação movida por uma instrumentadora cirúrgica. Para a juíza Maria Socorro de Souza Lobo, ficou clara a forma vexatória como o empregador expôs a rescisão contratual, submetendo a trabalhadora a constrangimento perante seus colegas.

“A forma como o sócio da empresa procedeu à dispensa da autora da reclamação é despida do respeito que deve nortear as relações de emprego, salientou a magistrada na sentença. Nenhum empregador é obrigado a permanecer com um empregado, mas para proceder à rescisão contratual deve agir de forma urbana e civilizada, até por conta da inexistência de justa causa para a dispensa”, afirmou Maria Socorro.

Assim, considerando o dano advindo da forma como ocorreu a dispensa, a magistrada condenou a empresa a indenizar a instrumentadora, por danos morais, em R$ 10 mil.

Com informações da Assessoria de Imprensa do TRT-10.

Fonte: http://www.conjur.com.br/2017-jul-28/trabalhadora-demitida-grupo-whatsapp-recebera-10-mil


Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:
Agosto de 2018
15.08.18 18h17 » Juiz declara ex-Sefaz inelegível e anula a eleição da Fiemt
14.08.18 17h10 » Ex-executivo perde ação de R$ 7 mi contra Shopping de Cuiabá
06.08.18 16h15 » Desembargador do TRT determina busca e apreensão de urnas
Julho de 2018
28.07.18 10h31 » TRT acata recurso e mantém candidatura de Gustavo de Oliveira
19.07.18 16h06 » Juiz do TRT suspende chapa de ex-secretário e adia eleição
11.07.18 14h58 » Juíza do Trabalho anula leilão de mineradora de Mauro Mendes
Junho de 2018
13.06.18 15h27 » TRT condena empresa a pagar R$ 10 mil a menor
Maio de 2018
04.05.18 17h09 » Ex-funcionária que mentiu em ação deve pagar R$ 7 mil para loja
04.05.18 16h57 » Supermercado é condenado a pagar R$ 300 mil por assédio moral
03.05.18 17h28 » MPT aciona Atacadão por falta de alvará contra incêndio



Copyright © 2018 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet