Artigos
  • THAYSON HENRIQUE MOTA
    Tribunais inferiores continuavam a proferir decisões pela formação de grupo econômico sustentando o poder de comando em face da mera identidade de sócios
  • RODRIGO CARVALHO
    Não cabe a nenhum órgão de controle interno ou externo e ao Judiciário criar limites à função do procurador
  • RENATO NERY
    Quanta gente não se embriagou com milionários cargos públicos supridos pela desenfreada corrupção?
  • VICTOR MAIZMAN
    A Constituição impõe que no tocante ao ICMS, quanto mais essencial for o produto ou serviço, menor deve ser a alíquota
J. do Trabalho / PARCERIA

Tamanho do texto A- A+
17.07.2017 | 09h24
TRT renova termo aditivo para utilização de aeronaves do Estado
Presidente do TRT diz que a utilização das aeronaves dá mais celeridade nas ações distantes da capital
Alessandro Cassemiro
Encontro entre autoridades ocorreu na sede do TRT em Cuiabá
DA REDAÇÃO

A presidente do Tribunal Regional do Trabalho de Mato Grosso (TRT/MT), desembargadora Beatriz Theodoro, e o secretário de Segurança Pública de Mato Grosso, Rogers Jarbas, renovaram na sexta-feira (14), um convênio que possibilita à Justiça do Trabalho utilizar aeronaves para ações no interior do Estado. 

Trata-se do segundo termo aditivo à cooperação técnica já existente entre o Tribunal e o Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer).  A renovação da parceria começou a surtir efeitos no momento da assinatura e a expectativa é que uma aeronave seja utilizada na próxima semana para o encerramento da Correição na Vara do Trabalho de Juara.

Segundo a presidente do Tribunal, a utilização das aeronaves dá mais celeridade nas ações distantes da capital. A presidente também agradeceu o empenho do Governo de Mato Grosso na realização de parcerias que beneficiam o cidadão. “Só temos a agradecer à administração estadual que sempre estão prontos a nos atender”, afirmou.

Na ocasião também foi discutida a realização de uma cooperação para que policiais militares, da ativa ou aposentados, realizem a segurança das varas do trabalho de Mato Grosso que estão sem guarnição. O secretário de segurança demonstrou disposição em atender ao pedido do Tribunal e garantiu que vai se empenhar para encontrar uma solução.

 


Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:
Setembro de 2017
22.09.17 19h15 » Alvo de ação milionária, Riachuelo diz que MPT destrói empregos
18.09.17 15h41 » TST equipara assessor de imprensa a jornalista para pagamento de horas extras
Agosto de 2017
24.08.17 18h10 » Tribunal do Trabalho de SP aceita intermediar acordos pelo WhatsApp
23.08.17 17h51 » Ex-funcionária mente em ação trabalhista e é condenada a pagar multa
15.08.17 15h51 » Homem é indenizado após ficar impotente temporariamente
14.08.17 15h49 » Empresa não pode suspender planos de saúde de afastados por doença
01.08.17 09h49 » Férias: atraso de 2 dias não exige valor em dobro, diz TST
Julho de 2017
31.07.17 09h56 » Trabalhador que mentiu sobre demissão é condenado por litigância de má-fé
29.07.17 08h52 » Quem pede demissão grávida não tem direito a estabilidade, decide TST
28.07.17 15h04 » Demitida pelo WhatsApp será indenizada em R$ 10 mil



Copyright 2012 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet