Artigos
  • GISELE NASCIMENTO
    Decisões que atestam o “mero aborrecimento” em casos de desrespeito ao consumidor estimulam o “mero abuso”
  • HÉLCIO CORRÊA
    Não vale mais baratear debate prisional no Brasil ou ficar inutilizando recursos públicos no modelo vingativo e ineficaz
  • VICTOR MAIZMAN
    Cláusula do Devido Processo Legal assegura que ninguém será privado de seus bens, sem o processo legal
  • GONÇALO DE BARROS
    Nas redes sociais, os julgamentos são mais abertos, transparentes; a exceção é o anonimato
J. do Trabalho / "AGILIDADE"

Tamanho do texto A- A+
13.02.2017 | 18h08
TRT passa a transmitir sessões de julgamento ao vivo pelo Youtube
O recurso de armazenamento permite acesso ao conteúdo a qualquer momento pela Internet
Reprodução
O novo recurso permite a visualização também em tablets e smartphones, oferecendo mais opções de acesso em qualquer lugar e hora, desde que tenham acesso à internet
DA ASSESSORIA

A partir desta segunda-feira (13) todas as sessões do Tribunal Regional do Trabalho de Mato Grosso passam a ser transmitidas em tempo real pelo YouTube, no canal /trtmatogrosso. A novidade possibilita mais agilidade e praticidade ao acessar os vídeos, que ficam disponíveis em tempo integral pela internet.

Desde 2007, as sessões do Tribunal Pleno são transmitidas ao vivo pelo portal do TRT. Agora, 10 anos depois, o acesso a esse conteúdo é ampliado com a transmissão via YouTube. Essa possibilidade garante maior interação com cidadãos e jurisdicionados, os quais passam a ter mais um canal para acompanhar as atividades desenvolvidas pela segunda instância da Justiça do Trabalho mato-grossense.

O novo recurso permite a visualização também em tablets e smartphones, oferecendo mais opções de acesso em qualquer lugar e hora, desde que tenham acesso à internet, além de permitir a interação via comentários.

Segundo o coordenador da Seção de Audiovisual do TRT/MT, Leandro Gomes, a principal vantagem é ter os arquivos disponíveis para que a população e os profissionais do meio jurídico possam assistir ou rever as sessões do Tribunal Pleno bem como da 1ª e da 2ª Turma de Julgamento. “O alcance do YouTube na internet auxiliará o Tribunal na interação com cidadãos e jurisdicionados em qualquer lugar do país, o que promove ainda mais transparência”, explicou.

Como acessar

Durante a transmissão, o usuário deve entrar no canal do TRT/MT no YouTube (www.youtube.com/trtmatogrosso) e clicar o ícone “ao vivo agora”. Pronto! A sessão já poderá ser acompanhada on line. Ou então acessar a playlist “Sessões do Pleno” para ver as sessões já realizadas.

Uma das vantagens do novo sistema é que, mesmo que a sessão já tenha começado, basta rolar a barra para trás e acompanhar desde o início ou mesmo assistir depois. Outra possibilidade oferecida é saber a quantidade de pessoas que estão assistindo à sessão.


Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:
Novembro de 2017
28.11.17 11h47 » Chefe de cozinha é demitido por mandar pornografia à colega
24.11.17 17h33 » Juiz Nicanor Fávero é nomeado desembargador do TRT
21.11.17 09h24 » MPT obtém liminar contra supermercado para combater assédio
13.11.17 16h22 » Baseado na reforma trabalhista, juiz condena trabalhador em R$ 8 mil
13.11.17 09h45 » Juíza: "A reforma vem para fortalecer e moralizar o judiciário"
10.11.17 10h23 » Nova lei trabalhista entra em vigor neste sábado
03.11.17 11h12 » Escritório de advocacia é condenado por tratar estagiária como empregada
Outubro de 2017
23.10.17 18h11 » MPT pedirá à Justiça divulgação oficial da lista do trabalho escravo
21.10.17 11h49 » Ministros do TST apontam 'retrocesso' em portaria do governo
Setembro de 2017
22.09.17 19h15 » Alvo de ação milionária, Riachuelo diz que MPT destrói empregos



Copyright 2012 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet