Artigos
  • GILMAR MENDES
    Esse procedimento acaba sendo o meio para coibir interpretações equivocadas e mesmo abusos na prisão
  • ELVIS KLAUK JR
    Antes de fechar negócio é muito importante verificar se o imóvel está com os respectivos documentos em ordem
  • PAULO LEMOS
    Na política, há um quadro crônico e agudo de delírios, alucinações, desejos, impulsos e compulsões
J. do Trabalho / COLÉGIO DE OUVIDORES

Tamanho do texto A- A+
21.11.2016 | 15h37
Desembargadora é eleita presidente do Colégio de Ouvidores dos TRTs
A escolha ocorreu na sexta-feira (18) durante a 11ª Reunião do Colégio de Ouvidores
Reprodução
vice-presidente e ouvidora do TRT de Mato Grosso, desembargadora Eliney Veloso, foi eleita para a Presidência do Colégio de Ouvidores da Justiça do Trabalho (Coleouv)
DA ASSESSORIA

A vice-presidente e ouvidora do TRT de Mato Grosso, desembargadora Eliney Veloso, foi eleita para a Presidência do Colégio de Ouvidores da Justiça do Trabalho (Coleouv). A escolha ocorreu na sexta-feira (18) durante a 11ª Reunião do Colégio de Ouvidores realizada no Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região (TRT/RJ).

Além da presidente Eliney Veloso, a nova gestão do Coleouv será composta pelos desembargadores Plauto Carneiro Porto, do TRT da 7ª Região (Ceará), na função de vice-presidente, e Iris Lima de Moraes, do TRT da 4ª Região (Rio Grande do Sul), que ocupará a função de secretária.

Os novos dirigentes irão substituir a gestão que tem à frente o ouvidor do TRT da 15ª Região, desembargador José Otávio de Souza Ferreira, e na qual a desembargadora Eliney Veloso ocupa a função de secretária. A próxima reunião do Coleouv está marcada para ocorrer no Tribunal Superior do Trabalho (TST), em Brasília, nos dias 30 e 31 de março de 2017.

Criado em 2012, durante encontro de ouvidores em Porto Alegre, o Coleouv é composto pelos membros dos TRTs que exercem os cargos de ouvidores. Entre os objetivos da entidade estão o de fomentar a atuação das ouvidorias dos tribunais com transparência, ética, eficiência e imparcialidade, bem como promover a integração entre as ouvidorias dos TRTs e propor diretrizes e critérios uniformes para as ações dessas unidades.


Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:
Janeiro de 2018
16.01.18 10h15 » Juiz confirma justa causa de empregado que ofendeu empresa nas redes sociais
13.01.18 09h13 » Juiz homologa redução de jornada negociada entre patrão e empregado
Dezembro de 2017
28.12.17 14h12 » Demissão de trabalhador com Parkinson é discriminatória, diz juiz
14.12.17 10h06 » JBS paga R$ 200 mil em indenização por danos morais
12.12.17 08h52 » JBS firma acordo com MPT e pagará R$ 650 mil por demissão em massa
Novembro de 2017
28.11.17 11h47 » Chefe de cozinha é demitido por mandar pornografia à colega
24.11.17 17h33 » Juiz Nicanor Fávero é nomeado desembargador do TRT
21.11.17 09h24 » MPT obtém liminar contra supermercado para combater assédio
13.11.17 16h22 » Baseado na reforma trabalhista, juiz condena trabalhador em R$ 8 mil
13.11.17 09h45 » Juíza: "A reforma vem para fortalecer e moralizar o judiciário"



Copyright © 2018 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet