Artigos
  • LUIZ HENRIQUE LIMA
    Órgão é essencial para a democracia e melhor desempenho da administração pública
  • LUIZ GONÇALO DA SILVA
    Só agora se vê a efetiva possibilidade de uma compensação financeira
  • RENATO GOMES NERY
    Temos um presidente cercado de militares que namora com o autoritarismo
CNJ / VISTORIA DE INSPEÇÃO

Tamanho do texto A- A+
25.04.2018 | 17h42
Advocacia de Mato Grosso apresenta manifestações ao CNJ
A vistoria tem o objetivo principal de traçar uma radiografia do Poder Judiciário no Brasil
Gil Ferreira/Agência CNJ
Conselho Nacional de Justiça (CNJ)
DA REDAÇÃO

Termina nesta sexta-feira (27) a vistoria de inspeção da Corregedoria do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) no Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT). Para otimizar os trabalhos, a Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Mato Grosso (OAB-MT) compilou as demandas da advocacia em um documento que será entregue à equipe.

Em tempo exímio, a OAB-MT solicitou que advogados e advogadas manifestassem suas demandas, críticas, expectativas e sugestões acerca do Poder Judiciário de Mato Grosso e encaminhasse para a entidade até às 11h desta quarta-feira (25).

Ao longo de menos de dois dias, mais de 50 profissionais da advocacia de todo o Estado apresentaram demandas qualificadas, explanando os pontos a serem melhorados ou atendidos pela Justiça.

Todas as manifestações foram compiladas em um documento único que será a base principal da opinião da advocacia para o CNJ.

A vistoria, que tem sido realizada em todo o país desde o ano passado, tem o objetivo principal de traçar uma radiografia do Poder Judiciário no Brasil para, a partir daí, desenvolver diretrizes para serem implementadas de forma conjunta.

Além daqueles que já encaminharam suas manifestações para apresentação ao CNJ, advogados e advogadas atuantes em todo o estado podem, a qualquer momento, apresentar suas demandas para OAB-MT que mantém uma agenda permanente com o TJMT.

Desta forma, também é possível que a Ordem mantenha sempre atualizado o panorama do funcionamento do Poder Judiciário mediante das peculiaridades das demandas de cada comarca.

As manifestações podem ser encaminhadas por e-mail ou entregues diretamente na sede ou na subseção de sua região.


Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:
Dezembro de 2018
27.12.18 15h26 » CNJ sugere consulta para pagamento de auxílio e criação de cargos em TJs
22.12.18 09h12 » CNJ suspende verba de 7,2 mil a juízes no MS e restringe auxílios
19.12.18 15h37 » 169 mil pessoas podem ser beneficiadas por decisão, estima CNJ
18.12.18 15h25 » CNJ aprova novo auxílio-moradia de até R$ 4.377,73 para magistrados
17.12.18 17h05 » CNJ deve aprovar nesta terça a recriação do auxílio-moradia para juízes
11.12.18 08h15 » CNJ arquiva processo contra Sergio Moro referente ao HC de Lula
04.12.18 15h58 » "É preciso conhecer a realidade para se planejar o futuro do Judiciário", diz Toffoli
04.12.18 15h55 » "Judiciário deve se aproximar da sociedade", diz Humberto Martins
Novembro de 2018
10.11.18 08h57 » Corregedoria do CNJ decide apurar indicação de Moro como ministro
Outubro de 2018
29.10.18 14h52 » "Espero que Bolsonaro respeite as instituições", diz corregedor nacional



Copyright © 2019 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet