Artigos
  • VICTOR MAIZMAN
    Juridicamente é irrelevante o nome que se dá ao tributo, devendo ser definido o tributo através de seu fato gerador
  • RENATO GOMES NERY
    Não pode a Justiça afirmar que tal cor um dia é preta e no outro dia é branca; isto leva ao descrédito
  • VALBER MELO E FILIPE MAIA BROETO
    Ao implementar-se o método do discovery, eliminar-se-ão os "blefes", os "trunfos", as "jogadas desleais", bem como os eventuais "jogadores espertos"
OAB / Direito assegurado

Tamanho do texto A- A+
13.04.2017 | 08h39
OAB e STJ firmam acordo sobre sustentação oral de advogados
Ordem pediu cancelamento da Emenda que prevê prazos para pedidos de sustentação oral
Reprodução
Acordo entre OAB e STJ visa não prejudicar nenhum advogado
DO CONJUR

O Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil e o Superior Tribunal de Justiça firmaram acordo para garantir que nenhum advogado terá prejudicado seu direito à sustentação oral na corte superior.

As tratativas foram iniciadas em reunião entre a diretoria da OAB e diversos ministros do STJ em fevereiro deste ano. Na época, a Ordem requereu o cancelamento da Emenda Regimental 25 da corte, que regulamenta prazos para pedidos de sustentação oral e poderia prejudicar o trabalho dos advogados.

Os dois órgãos acertaram que terão preferência os profissionais que apresentarem requerimento à coordenadoria do tribunal até dois dias úteis após a publicação da pauta de julgamento, mas quem se cadastrar no início de cada sessão também terá assegurada sua prerrogativa.

As preferências legais e regimentais foram mantidas. Estão excetuadas da regra as hipóteses de recursos com julgamento em mesa que admitam sustentação oral; nesses casos, o requerimento deve ser feito até o início da sessão.

Ministros e representantes da OAB acertaram promover nova reunião em breve para analisar alternativas que contemplem a previsibilidade de duração das sessões e as inscrições para manifestações orais dos advogados.

Na reunião de fevereiro, participaram o presidente da OAB, Claudio Lamachia; o secretário-geral da entidade, Felipe Sarmento Cordeiro; a presidente do STJ, ministra Laurita Vaz; o vice, Humberto Martins; e os ministros Herman Benjamin, Og Fernandes, Luis Felipe Salomão, Benedito Gonçalves, Raul Araújo, Paulo de Tarso Sanseverino, Marco Aurélio Bellizze, Assusete Magalhães, Sérgio Kukina, Regina Helena Costa e Gurgel de Faria. Com informações da Assessoria de Imprensa da OAB.


Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:
Setembro de 2018
28.09.18 08h48 » "Desafio é fazer valer os direitos sociais", diz Leonardo Campos
14.09.18 16h17 » Advogados são denunciados por captação ilícita de clientes
Agosto de 2018
29.08.18 11h05 » OAB pede quebra de sigilo de delações de Alan e Permínio
Julho de 2018
30.07.18 18h02 » OAB-MT solicita cópia de depoimentos e fará nova cobrança ao STJ
Junho de 2018
26.06.18 17h47 » Três são detidos sob suspeita de captação ilícita de clientes
20.06.18 17h02 » Dois são presos por promessa de "limpar nome" de clientes
Abril de 2018
26.04.18 16h38 » OAB-MT instaura processos para apurar conduta de inadimplentes
24.04.18 14h39 » OAB-MT alerta sobre golpe contra idosos e aposentados
13.04.18 17h32 » OAB: juíza violou Lei da Magistratura e Código de Ética
08.04.18 14h56 » OAB-MT pede cópia de processo para investigar dois advogados



Copyright © 2018 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet