Artigos
  • VICTOR MAIZMAN
    Se agente público pode agir de forma discricionária, Constituição censura atitudes incoerentes
OAB / REUNIÃO

Tamanho do texto A- A+
23.01.2017 | 17h33
Presidente do TJ descarta desativação da comarca de Colniza
Rui Ramos se reuniu com a vice-presidente da OAB de Juína para discutir sobre comarca
Reprodução
O presidente do Poder Judiciário fez questão de esclarecer que não houve, de sua parte, qualquer manifestação acerca da possiblidade de desativar a comarca de Colniza
DA ASSESSORIA

Diante das notícias acerca da possibilidade de extinção da comarca de Colniza, uma comitiva com representantes de diversos setores do município, capitaneada pela vice-presidente da subseção de Juina da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Mato Grosso (OAB-MT), Inaíta Gomes Ribeiro Soares Carvalho Arnold, reuniu-se com o presidente do Poder Judiciário de Mato Grosso (PJMT), desembargador Rui Ramos, para apresentar as peculiaridades da comarca e defender sua manutenção.   

O presidente do Poder Judiciário fez questão de esclarecer que não houve, de sua parte, qualquer manifestação acerca da possiblidade de desativar a comarca de Colniza e, após ouvir a apresentação da comitiva, se propôs a estudar o que é possível ser feito pelo Poder Judiciário, dentro de suas limitações orçamentárias, para amenizar as dificuldades na região.

“Podem ficar a região e a população, especialmente de Colniza, absolutamente tranquilas, tendo-se em vista que não há possibilidade imediata e nem num futuro próximo de qualquer ação no sentido de extinção da comarca”, explicou Rui Ramos.

Ele explica que há uma readequação dos projetos do Poder Judiciário e que, inclusive, foi nomeado recentemente um oficial de Justiça para atuar em Colniza e, em breve, deve ser realizada uma visita ao local a fim de verificar as ações podem ser feitas para que a população da região seja melhor atendida pelos serviços judiciários.

Além da comitiva que contou com o prefeito Esvandir Antonio Mendes, vereadores e advogados, também participaram da reunião o deputado estadual Oscar Bezerra, o deputado federal Victorio Galli, o diretor tesoureiro e o presidente da OAB-MT, Helmut Flávio Preza Daltro e Leonardo Campos, respectivamente.

Com a garantia de manutenção da comarca, a vice-presidente da subseção de Juína apresentou as principais demandas do Poder Judiciário em Colniza e propostas para melhorar a situação.

Neste sentido, o presidente da OAB-MT, Leonardo Campos, reforçou o pedido já apresentado à Corregedoria-Geral de Justiça de Mato Grosso para que seja permitido o parcelamento do pagamento de custas processuais.

“Nossa população pode ficar tranquila porque temos a palavra do presidente e vemos que ele trata disso com muita seriedade”, afirmou o prefeito. De acordo com ele, mais do que as cobranças por melhorias, o Poder Judiciário pode contar com o apoio do município.

“Estou extremamente feliz com a certeza de que fomos ouvidos, atendidos e que nossas demandas foram compreendidas. Foi uma reunião totalmente satisfatória e vamos acalmar a população, advogados e cartórios acerca da manutenção da nossa comarca”, esclareceu Inaíta Arnold.

Rui Ramos destaca que, com a reunião, foi muito bem esclarecida toda a situação criada. “Se alguém tinha uma intenção deletéria, vê-se o efeito contrário, no sentido de que, na verdade, vamos fazer um esforço especial para atender as necessidades mais primordiais daquela comarca”, finalizou.


Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:
Maio de 2017
22.05.17 09h19 » Conselho Federal da OAB pedirá impeachment de Michel Temer
22.05.17 08h29 » Delator de esquema, advogado foi membro do Tribunal de Ética
02.05.17 17h49 » Dois advogados são condenados por propaganda em rádio
Abril de 2017
25.04.17 08h38 » OAB estuda ação para proibir curso de Serviços Jurídicos
14.04.17 16h18 » Diretora rebate OAB e diz que a própria autarquia pediu o curso
13.04.17 08h39 » OAB e STJ firmam acordo sobre sustentação oral de advogados
11.04.17 08h21 » OAB-SP não apoia votação em lista fechada
10.04.17 11h45 » Facebook só contratará escritórios que atenda cotas
Março de 2017
29.03.17 17h58 » Ex-dirigentes da OAB-MT são processados por juiz
20.03.17 17h35 » Advogadas conquistam espaço e seguem na luta pelos direitos



Copyright 2012 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet