Artigos
  • VICTOR MAIZMAN
    Compete aos municípios instituir o tributo nos termos de uma Lei Complementar editada pelo Congresso Nacional
  • GISELE NASCIMENTO
    Qual terá sido o mais vultoso escândalo de desvio de recursos públicos no Brasil? Alguns dirão que foi o Mensalão
MPF / PASSAGENS

Tamanho do texto A- A+
03.11.2016 | 14h30
Ex-deputados de MT são denunciados pelo Ministério Público
Acusações constam em 52 denúncias assinadas pelo procurador da República Elton Ghersel
Reprodução
O ex-deputado Pedro Henry está na lista de denunciados
DA REDAÇÃO

A Procuradoria da República na 1ª Região denunciou, na última sexta-feira (28), 443 ex-deputados por crime de peculato. Entre eles estão nove ex-parlamentares de Mato Grosso: Teté Bezerra (PMDB), Carlos Abicalil (PT), Celcita Pinheiro (DEM), Eliane Lima (PSD), Neri Geller (PMDB), Pedro Henry (sem partido), Ricarte de Freitas Júnior, Saturnino Masson (PSDB) e Thelma de Oliveira (PSDB).

Os políticos são acusados de uso indevido da cota de passagens aéreas da Câmara e do Senado para fins particulares.  O caso ficou conhecido, em 2009, como a "farra das passagens".

As acusações contra os ex-parlamentares estão distribuídas em 52 denúncias assinadas pelo procurador Elton Ghersel.

Conforme o site Congresso em Foco, caberá ao relator, o desembargador Olindo Menezes, preparar um voto recebendo ou rejeitando o pedido do Ministério Público Federal. O voto dele será levado para julgamento na 2ª Seção do TRF 1.

Caso a denúncia seja aceita, os ex-deputados viram réus e passam a responder a ações penais. Nessa etapa, eles serão chamados a dar explicações e se defender das acusações. Só, então, os políticos poderão ser julgados.

Pelo crime, os denunciados podem ser condenados a pena que varia de dois a 12 anos de prisão.

Na lista dos denunciados não há qualquer parlamentar no exercício do mandato ou ministro de Estado.

Clique AQUI e veja reportagem na íntegra.

Clique AQUI e veja a relação dos ex-deputados denunciados


Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:
Julho de 2017
10.07.17 16h10 » Nadaf confirma ao MPF esquemas de corrupção no Estado; veja
07.07.17 11h51 » MPF critica fim de grupo de trabalho da "lava jato" na Polícia Federal
05.07.17 14h07 » INSS tem 30 dias para decidir sobre concessão de salário-maternidade
Junho de 2017
26.06.17 21h37 » MPF denuncia presidente Temer ao STF por corrupção passiva
24.06.17 21h30 » A um passo da condenação
21.06.17 17h25 » Parecer do MPF é pela condenação de ex-prefeito de Cuiabá
07.06.17 08h50 » Membro do MPF é denunciado por atuar como informante de Joesley
06.06.17 16h05 » Estado, MP e Consórcio têm cinco dias para definir acordo
05.06.17 08h45 » Palácio acusa Janot de 'irresponsabilidade jurídica e intelectual'
04.06.17 14h54 » MP diz ser “absurdo” acordo encerrar ações contra Consórcio



Copyright 2012 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet