Artigos
  • RENATO NERY
    Não é sem motivo que se tornou um grande jornalista. Não sei se ele perseguia as notícias ou se estas o perseguiam
  • LEOMAR DARONCHO
    A “Reforma” não toca na questão do aperfeiçoamento e das possibilidades da efetiva atuação sindical
MPF / DEMORA NO ATENDIMENTO

Tamanho do texto A- A+
04.07.2016 | 16h35
INSS deve realizar perícias em menos de 60 dias
Determinação é resultado de ação civil pública do Ministério Público Federal em Rondonópolis
Marcus Mesquita/MidiaNews
Suposta demora de até sete meses na realização de perícias no INSS em Rondonópolis
DA REDAÇÃO

Em cumprimento à liminar concedida pela Justiça Federal, o INSS deve implementar as medidas necessárias para que o tempo de espera no agendamento das perícias para a concessão inicial de benefícios previdenciários e assistenciais não ultrapasse 60 dias a contar do requerimento.

A determinação é resultado de ação civil pública ajuizada pelo Ministério Público Federal em Rondonópolis (MPF).

O MPF solicitou esse prazo limite para atendimento na ação, pois havia demora de até sete meses na realização de perícias nas agências da Previdência Social de Rondonópolis em decorrência da falta de médicos peritos.

A agência em Rondonópolis possui apenas três médicos para atender a demanda diária de 42 agendamentos, uma defasagem de nove peritos, e apenas 10 servidores em atividade, que representa uma defasagem de 8 servidores para atendimento ao público.

A defasagem de profissionais também existe nas agências de Alto Araguaia, Jaciara, e Poxoréu, municípios da região sul de Mato Grosso, e que juntamente com Rondonópolis, são responsáveis pelo atendimento da demanda de Paranatinga, Primavera do Leste, Alto Garças, Alto Taquari, Pedra Preta, Ouro Branco, Galiléia, São José do Povo, São Lourenço de Fátima, Juscimeira, Dom Aquino e Campo Verde.

O INSS também deve, em caso de extrapolamento do prazo de 60 dias, já no agendamento dos requerimentos formulados a autarquia previdenciária implantar provisoriamente o benefício.


Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:
Junho de 2017
24.06.17 21h30 » A um passo da condenação
21.06.17 17h25 » Parecer do MPF é pela condenação de ex-prefeito de Cuiabá
07.06.17 08h50 » Membro do MPF é denunciado por atuar como informante de Joesley
06.06.17 16h05 » Estado, MP e Consórcio têm cinco dias para definir acordo
05.06.17 08h45 » Palácio acusa Janot de 'irresponsabilidade jurídica e intelectual'
04.06.17 14h54 » MP diz ser “absurdo” acordo encerrar ações contra Consórcio
02.06.17 09h18 » MPE e MPF rebatem Governo e negam ter “dado preço”
01.06.17 15h19 » Secretário acusa procuradora de "sonegar" informações
01.06.17 08h42 » MP cita “inviabilidade” e dá parecer contra acordo do VLT
01.06.17 08h34 » MPF diz que prazo de acordo deixa obra R$ 122 mi mais cara



Copyright 2012 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet