Artigos
  • VILSON NERY
    Li as propostas dos três candidatos, e separei as palavras “agricultura” e agronegócio” em seu contexto no plano de governo, para dar qualidade à minha pretensão
  • JOÃO PAULO OLIVEIRA
    No processo eleitoral atual há uma enorme preocupação com relação a informações falsas que são passadas no que tange a uma série de situações e candidatos
MPE / CUIABÁ

Tamanho do texto A- A+
10.05.2018 | 13h57
MPE notifica Saúde para que atenda as requisições ministeriais
Ministério Público diz receber constantes reclamações por atraso injustificado
Reprodução
DA REDAÇÃO

O Ministério Público Estadual, por meio da 11ª Promotoria de Defesa do Patrimônio Público e da Probidade Administrativa, notificou a Secretaria de Estado de Saúde (SES), para que a mesma encaminhe respostas a todas as requisições ministeriais que não foram atendidas ou que foram respondidas de maneira incompleta, insatisfatória e extemporânea. Na notificação o MPE deu prazo de 10 dias para a SES encaminhar todas as informações solicitadas.

Conforme o MPE, a morosidade nas respostas ou sua “ausência acabam por prejudicar os trabalhos das Promotorias de Justiça que atuam na Defesa do Patrimônio Público e da Probidade Administrativa”, levando em consideração o caráter de urgência que norteia as atuações ministeriais no que tange às questões ligadas à saúde pública.

De acordo com a notificação, reiteradamente o MPE tem recebido reclamações de todas as promotorias integrantes do Núcleo, por atraso injustificado nas respostas da Secretaria de Estado de Saúde.

“Já foram feitos contatos telefônicos com os responsáveis dessa secretaria e assessoria colocando-os a par dos reiterados atrasos, o que deixa expresso que tal prática é do conhecimento de toda a assessoria e de vossa excelência, (o secretário de saúde). Por diversas vezes concedemos mais prazos, e estes, por sua vez acarretaram atraso e prejuízo aos inquéritos civis públicos, de desse modo, não serão mais concedidos”.

Na notificação o MPE ressalta, ainda, que “o artigo 10 da Lei nº 7.347/85, que disciplina a ação civil pública, dispõe que constitui crime, punido com pena de reclusão de 1 ano e 3 meses, a recusa, o retardamento ou a omissão de dados técnicos indisponíveis à propositura da ação civil, quando requisitados pelo Ministério Público”.


Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:
Setembro de 2018
18.09.18 17h25 » MPE denuncia empresária por suspeita de fraude na Sema
17.09.18 17h27 » Em denúncia à Justiça, MPE diz que cabo da PM foi a casa noturna
15.09.18 09h56 » Acordo entre MPE e Prefeitura veta construção de condomínio
12.09.18 16h38 » Conselho absolve promotores de acusação feita por condomínio
12.09.18 14h55 » MPE pede bloqueio de R$ 500 mil de prefeito de Barra, clube e vereadores
11.09.18 17h26 » MPE denuncia médica por homicídio, omissão de socorro e embriaguez
11.09.18 17h16 » Ao MPE, pacientes negam realização de cirurgias pagas a empresa
11.09.18 08h38 » MPE aciona Prefeitura e 9 moradores por aterro em nascente
10.09.18 16h43 » MPE busca e não encontra contrato entre Secretaria e empresa
10.09.18 15h39 » MPE aguarda laudos de exames para decidir destino de bebê



Copyright © 2018 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet