Artigos
  • GISELE NASCIMENTO
    A data tão esperada de 20 de dezembro se aproxima, momento em que para os que trabalham com o Direito quase tudo para
  • LEONARDO CAMPOS
    Fim do Exame de Ordem vai à contramão do desejo da sociedade
MPE / EM JANGADA

Tamanho do texto A- A+
22.12.2017 | 15h17
Prefeito é denunciado por ceder maquinário público para curtume particular em MT
Morador de Jangada solicitou obras na comunidade onde vive e descobriu que maquinário havia sido cedido para uso particular
Prefeitura de Jangada/Divulgação
Prefeito de Jangada, Edérzio de Jesus Mendes (PSDB), cedeu maquinário público para uso particular, diz MP
LISLAINE DOS ANJOS
DO G1

O prefeito de Jangada, a 82 km de Cuiabá, Edérzio de Jesus Mendes (PSDB), e o secretário de obras do município, Marcos Antônio Bernardino , foram denunciados pelo Ministério Público por terem cedido maquinário público para uso em uma área particular de 200 hectares, há 52 km de Rosário Oeste, a 133 km da capital, onde funciona um curtume.

Edérzio Mendes e Marcos Bernardino, popularmente conhecidos como "Garrincha" e "Marcão", respectivamente, chegaram a ser presos em agosto deste ano, por causa do fato. O G1 não conseguiu localizar as defesas dos denunciados.

"Todavia, o mesmo veio a descobrir que, na verdade, tais maquinários se encontravam cedidos há mais de 30 dias, prestando serviço indevidamente a terceiros particulares", diz trecho da denúncia.

De acordo com o MP, o uso irregular do maquinário, que consiste em uma patrola maniveladora e uma pá-carregadeira, foi descoberto após um morador solicitar serviços de obras da prefeitura na comunidade onde vive e ser informado de que a solicitação não poderia ser atendida porque os equipamentos estariam avariados.

Segundo o MP, a situação foi verificada in loco e os maquinários apreendidos. Na mesma ocasião, dois servidores municipais que atuavam como operadores de máquinas foram detidos em flagrante trabalhando no local.

Um deles afirmou, em depoimento, que havia sido recrutado pelo secretário Marcão para trabalhar no curtume. Na ocasião, o secretário teria dito que "tudo estava certo" e que apenas executava ordens do prefeito.


Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:
Dezembro de 2018
15.12.18 10h58 » Associação pede que candidato mais votado assuma chefia do MPE
15.12.18 10h20 » Promotor oposicionista ganha por 1 voto eleição para o MPE-MT
14.12.18 15h25 » MP quer que STJ reveja decisão do TJ e aumente pena de Fabris
10.12.18 17h18 » MPE vê prejuízos e apura transferência de serviços para novo PS
07.12.18 14h56 » Após mortes, MPE abre investigação contra o Plástica para Todos
06.12.18 17h28 » MPE arquiva inquérito sobre venda de fazenda de conselheiro
05.12.18 17h45 » MPE detalha esquema e diz que morosidade permitiu fraudes
05.12.18 17h37 » MPE denuncia "Maníaco da Garrafada" por assassinatos e roubos
04.12.18 11h41 » MPE denuncia Emanuel por contratar sem concurso na Saúde
03.12.18 14h54 » Procurador diz que MPE pede R$ 40 mi a mais para custear ações



Copyright © 2018 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet