Artigos
  • GILMAR MENDES
    Esse procedimento acaba sendo o meio para coibir interpretações equivocadas e mesmo abusos na prisão
  • ELVIS KLAUK JR
    Antes de fechar negócio é muito importante verificar se o imóvel está com os respectivos documentos em ordem
  • PAULO LEMOS
    Na política, há um quadro crônico e agudo de delírios, alucinações, desejos, impulsos e compulsões
MPE / EM JANGADA

Tamanho do texto A- A+
22.12.2017 | 15h17
Prefeito é denunciado por ceder maquinário público para curtume particular em MT
Morador de Jangada solicitou obras na comunidade onde vive e descobriu que maquinário havia sido cedido para uso particular
Prefeitura de Jangada/Divulgação
Prefeito de Jangada, Edérzio de Jesus Mendes (PSDB), cedeu maquinário público para uso particular, diz MP
LISLAINE DOS ANJOS
DO G1

O prefeito de Jangada, a 82 km de Cuiabá, Edérzio de Jesus Mendes (PSDB), e o secretário de obras do município, Marcos Antônio Bernardino , foram denunciados pelo Ministério Público por terem cedido maquinário público para uso em uma área particular de 200 hectares, há 52 km de Rosário Oeste, a 133 km da capital, onde funciona um curtume.

Edérzio Mendes e Marcos Bernardino, popularmente conhecidos como "Garrincha" e "Marcão", respectivamente, chegaram a ser presos em agosto deste ano, por causa do fato. O G1 não conseguiu localizar as defesas dos denunciados.

"Todavia, o mesmo veio a descobrir que, na verdade, tais maquinários se encontravam cedidos há mais de 30 dias, prestando serviço indevidamente a terceiros particulares", diz trecho da denúncia.

De acordo com o MP, o uso irregular do maquinário, que consiste em uma patrola maniveladora e uma pá-carregadeira, foi descoberto após um morador solicitar serviços de obras da prefeitura na comunidade onde vive e ser informado de que a solicitação não poderia ser atendida porque os equipamentos estariam avariados.

Segundo o MP, a situação foi verificada in loco e os maquinários apreendidos. Na mesma ocasião, dois servidores municipais que atuavam como operadores de máquinas foram detidos em flagrante trabalhando no local.

Um deles afirmou, em depoimento, que havia sido recrutado pelo secretário Marcão para trabalhar no curtume. Na ocasião, o secretário teria dito que "tudo estava certo" e que apenas executava ordens do prefeito.


Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:
Janeiro de 2018
18.01.18 09h12 » MPE denuncia desembargadora de MS que teve filho preso por tráfico
17.01.18 17h26 » MPE investiga oficiais por suposta venda ilegal de equipamentos
17.01.18 09h59 » MPE: Estado pode ter comprado a mesma área duas vezes
17.01.18 08h52 » MPE requer melhoria no transporte e pontos de ônibus
15.01.18 14h55 » MPE investiga incentivos fiscais ao Malai Manso Resort
12.01.18 16h53 » MPE investiga áudio em que Jajah acusaria Wilson de exigir verba
12.01.18 16h15 » MPE investiga possíveis danos ambientais e urbanos em reforma
12.01.18 15h59 » MPE e MPF criam força-tarefa para finalizar processos eleitorais
11.01.18 16h08 » MPE: médica acusada da morte de prefeito usou certificado falso
11.01.18 09h20 » MPE: mandados de prisão não impedem progressão de regime



Copyright © 2018 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet