Artigos
  • GILMAR MENDES
    Esse procedimento acaba sendo o meio para coibir interpretações equivocadas e mesmo abusos na prisão
  • ELVIS KLAUK JR
    Antes de fechar negócio é muito importante verificar se o imóvel está com os respectivos documentos em ordem
  • PAULO LEMOS
    Na política, há um quadro crônico e agudo de delírios, alucinações, desejos, impulsos e compulsões
MPE / "OPORTUNISTA, ENGANADOR"

Tamanho do texto A- A+
01.11.2017 | 10h12
MPE e Polícia investigam fraudes contra órgãos públicos em MT
Desencadeada nesta manhã, operação conjunta investiga suspeitas sobre agentes públicos
Divulgação
A operação foi deflagrada na manhã desta quarta-feira em quatro Municípios
DA REDAÇÃO

Uma operação conjunta da Polícia Civil e o Ministério Público foi deflagrada na manhã desta quarta-feira (1º), para cumprimento de mandados de buscas e apreensão de documentos nas cidades de Primavera do Leste, Campo Verde, Tangará da Serra e Cuiabá.

A operação denominada “Logreiro” investiga atos de corrupção envolvendo servidores públicos, políticos, empresários e escritórios de contabilidade, que se organizaram para fraudar licitações e contratos com a administração pública.

Apesar de a operação se concentrar nestas quatro cidades, existe a suspeita de que o esquema se estenda a outras.

A investigação é originária de inquérito civil do Ministério Público de Primavera do Leste, presidido pelo promotor de Justiça, Sílvio Rodrigues Alessi Junior.

O trabalho investigativo contou com apoio da Diretoria de Inteligência, com levantamentos dos alvos e análises de dados financeiros por meio do Laboratório de Tecnologia Contra a Lavagem de Dinheiro (Lab-DV).

Segundo informou a Polícia Civil, o termo Logreiro significa "oportunista", "aproveitador", "enganador".

Participam da operação 96 policiais civis (16 delegados e 80 investigadores e escrivães), das Diretorias do Interior  e Atividades Especiais.

A Polícia Civil não informou em quais órgãos da administração pública as fraudes eram realizadas.

 


 


Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:
Janeiro de 2018
17.01.18 09h59 » MPE: Estado pode ter comprado a mesma área duas vezes
17.01.18 08h52 » MPE requer melhoria no transporte e pontos de ônibus
15.01.18 14h55 » MPE investiga incentivos fiscais ao Malai Manso Resort
12.01.18 16h53 » MPE investiga áudio em que Jajah acusaria Wilson de exigir verba
12.01.18 16h15 » MPE investiga possíveis danos ambientais e urbanos em reforma
12.01.18 15h59 » MPE e MPF criam força-tarefa para finalizar processos eleitorais
11.01.18 16h08 » MPE: médica acusada da morte de prefeito usou certificado falso
11.01.18 09h20 » MPE: mandados de prisão não impedem progressão de regime
10.01.18 08h55 » MPE investiga servidores de MT por suposto acúmulo de cargos
10.01.18 08h41 » MPE pede que ex-prefeito e mais 9 restituam os cofres públicos



Copyright © 2018 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet