Artigos
  • VICTOR MAIZMAN
    Em qualquer esfera do Poder Público, o cidadão não pode ficar submisso às regras desprovidas de razoabilidade
MPE / AUXÍLIO

Tamanho do texto A- A+
01.11.2017 | 10h43
MPE apura suposto gasto “em excesso” na Segurança Pública
Inquérito é conduzido pelo promotor Turin, conforme portaria assinada no dia 24 de outubro
Alair Ribeiro/MidiaNews
O promotor de Justiça Roberto Turin, que conduz o inquérito
CAMILA RIBEIRO
DA REDAÇÃO

O Ministério Público Estadual (MPE) instaurou um inquérito civil para apurar possível “gasto em excesso” na secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp). O procedimento foi oficializado pelo promotor Roberto Turin, no último dia 24.

Foram remetidos ao MPE, documentos apontando que o Estado teria optado por efetuar o pagamento de um auxílio fardamento aos militares, ao invés de fornecer-lhes vestimenta de trabalho, conforme determina a Lei Complementar Estadual 555/2014.

Ao tomar conhecimento dos fatos, o promotor determinou que o secretário de Estado de Segurança, Gustavo Garcia, preste esclarecimentos sobre a eficiência de tais gastos.

Garcia deverá informar ao MPE, por exemplo, qual a justificativa administrativa, financeira e jurídica para a Sesp optar por efetuar o pagamento do auxílio, em detrimento de fornecer a vestimenta aos militares.

O secretário tem que informar também se algum procedimento administrativo foi realizado para fundamentar ou justificar a opção do pagamento de auxílio, bem como os respectivos estudos financeiros que apontem a eficiência deste gasto.

Por fim, o promotor pediu que seja revelado se existe alguma previsão de a Sesp realizar licitação com objetivo de adquirir o fardamento dos militares.

Outro Lado

Por meio de assessoria de imprensa, o secretário Gustavo Garcia afirmou que ainda não foi notificado do inquérito. Disse que, assim que notificado, irá se manifestar ao promotor.


Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:
Maio de 2018
24.05.18 10h37 » MPE notifica Cuiabá para comprovar matrícula de 736 crianças
23.05.18 10h01 » MPE denuncia prefeito por dispensa indevida de licitação em MT
23.05.18 09h55 » MPE pede para manter prisões de Kobori, Roque e irmãos Taques
23.05.18 09h53 » MPE arquiva investigação contra prefeito por nepotismo
21.05.18 11h50 » Chefe do MPE diz que AL não tem prerrogativa para soltar Savi
18.05.18 14h57 » Esposa “lavou” R$ 299 mil de propina da EIG para Henry, diz MPE
18.05.18 14h32 » MPE: “Ninguém é denunciado sem que haja elementos mínimos”
17.05.18 17h14 » MPE: deputados receberam R$ 186 mil para não fiscalizar contrato
16.05.18 18h05 » MPE denuncia sete deputados e mais 51 pessoas na Bereré
13.05.18 17h15 » Kobori nega que Paulo e Jorge Taques tenham exigido propina



Copyright © 2018 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet