Artigos
  • VICTOR MAIZMAN
    O Judiciário dará solução imediata ao cidadão ou à pessoa jurídica, quando houver ameaça à violação de direito
  • EDUARDO MAHON
    Há nomes que merecem permanecer na memória da Cultura de Mato Grosso; já outros...
MPE / AUXÍLIO

Tamanho do texto A- A+
01.11.2017 | 10h43
MPE apura suposto gasto “em excesso” na Segurança Pública
Inquérito é conduzido pelo promotor Turin, conforme portaria assinada no dia 24 de outubro
Alair Ribeiro/MidiaNews
O promotor de Justiça Roberto Turin, que conduz o inquérito
CAMILA RIBEIRO
DA REDAÇÃO

O Ministério Público Estadual (MPE) instaurou um inquérito civil para apurar possível “gasto em excesso” na secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp). O procedimento foi oficializado pelo promotor Roberto Turin, no último dia 24.

Foram remetidos ao MPE, documentos apontando que o Estado teria optado por efetuar o pagamento de um auxílio fardamento aos militares, ao invés de fornecer-lhes vestimenta de trabalho, conforme determina a Lei Complementar Estadual 555/2014.

Ao tomar conhecimento dos fatos, o promotor determinou que o secretário de Estado de Segurança, Gustavo Garcia, preste esclarecimentos sobre a eficiência de tais gastos.

Garcia deverá informar ao MPE, por exemplo, qual a justificativa administrativa, financeira e jurídica para a Sesp optar por efetuar o pagamento do auxílio, em detrimento de fornecer a vestimenta aos militares.

O secretário tem que informar também se algum procedimento administrativo foi realizado para fundamentar ou justificar a opção do pagamento de auxílio, bem como os respectivos estudos financeiros que apontem a eficiência deste gasto.

Por fim, o promotor pediu que seja revelado se existe alguma previsão de a Sesp realizar licitação com objetivo de adquirir o fardamento dos militares.

Outro Lado

Por meio de assessoria de imprensa, o secretário Gustavo Garcia afirmou que ainda não foi notificado do inquérito. Disse que, assim que notificado, irá se manifestar ao promotor.


Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:
Novembro de 2017
21.11.17 11h29 » Delator diz ter trocado 17 cheques de empreiteira para ex-Metamat
18.11.17 09h33 » MPE diz que Unemat fez convênios e repasses ilegais à Faespe
16.11.17 15h53 » MPE pede e Justiça bloqueia R$ 26,8 mi de fazendeiro de MT
16.11.17 11h25 » Promotora cita “privilégios” e quer proibir renovação a empresas
14.11.17 08h56 » MPE aciona Prefeitura para quitar dívida de R$ 135 milhões
14.11.17 08h38 » Promotor instaura inquérito para investigar conselheiro afastado
14.11.17 08h29 » Advogado é condenado por se apropriar de R$ 190,3 mil de idosos
11.11.17 11h42 » Multas por farol desligado em perímetros urbanos são anuladas
09.11.17 14h25 » MPE ingressa com ação para garantir concurso em Sinop
08.11.17 17h17 » MPE nega pedido de Taques para afastar Zaque de investigações



Copyright 2012 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet