Artigos
  • GISELE NASCIMENTO
    Decisões que atestam o “mero aborrecimento” em casos de desrespeito ao consumidor estimulam o “mero abuso”
  • HÉLCIO CORRÊA
    Não vale mais baratear debate prisional no Brasil ou ficar inutilizando recursos públicos no modelo vingativo e ineficaz
  • VICTOR MAIZMAN
    Cláusula do Devido Processo Legal assegura que ninguém será privado de seus bens, sem o processo legal
  • GONÇALO DE BARROS
    Nas redes sociais, os julgamentos são mais abertos, transparentes; a exceção é o anonimato
MPE / POSSE

Tamanho do texto A- A+
05.10.2017 | 18h25
MPE passa a contar com três novos Procuradores de Justiça
O ato solene ocorreu no anexo I da Procuradoria Geral de Justiça
MP/MT
Marcelo Ferra de Carvalho, Jorge da Costa Lana e José Norberto de Medeiros Júnior
DA REDAÇÃO

Tomaram posse na manhã desta quinta-feira (05), perante o Colégio de Procuradores de Justiça do Ministério Público do Estado de Mato Grosso, três novos procuradores: Marcelo Ferra de Carvalho, Jorge da Costa Lana e José Norberto de Medeiros Júnior. O ato solene ocorreu no anexo I da Procuradoria Geral de Justiça e contou com a presença de diversas autoridades, familiares e amigos dos empossados.

“Tenho a honra e o prazer de conviver com esses três valorosos colegas que hoje atingem, galgam, avançam na carreira ocupando honroso cargo de procurador de Justiça como extensão de um brilhante trabalho por eles desenvolvido ao longo de toda a carreira, onde defenderam e combateram o bom combate na defesa dos direitos da sociedade, onde levantaram o nome do Ministério Público do Estado de Mato Grosso”, ressaltou o procurador-geral de Justiça, Mauro Benedito Pouso Curvo.

O presidente da Associação Mato-grossense do Ministério Público, promotor de Justiça Roberto Aparecido Turim, também enfatizou as qualidades dos novos integrantes do Colégio de Procuradores de Justiça.

“É um momento de felicidade. Toda cerimônia de posse é um momento de renovação, onde valorosos colegas têm a oportunidade de contribuir ainda mais para o fortalecimento da instituição”. Representando os empossados, o procurador de Justiça Marcelo Ferra de Carvalho destacou a importância do momento e falou sobre os desafios.

“Consciente das peculiaridades do Ministério Público, que não temos propriamente uma instituição de segunda instância, mas uma atuação diferenciada perante uma segunda instância, pois o Ministério Público seja como parte, seja como fiscal da lei será sempre único e cada integrante desse colegiado atuará sempre como Ministério Público, com todos os requisitos, inclusive a independência funcional que vale tanto para os promotores de Justiça como para os procuradores de Justiça”, observou.

Ferra destacou o momento delicado em que o país passa e disse que ser membro do Ministério Público e exercer as responsabilidades inerentes ao cargo não é fácil.

“Devido às várias circunstâncias que ocorreram no Estado e no País, a sociedade pede e clama por justiça. E nesses momentos, o profissional do Ministério Público que se comprometeu com a ordem jurídica nem sempre é compreendido, pois tem que obedecer as regras, princípios e atuar de acordo com a lei. Às vezes, a sociedade não quer os cumpridores dos deveres funcionais, busca heróis, pessoas que para atingir os seus resultados nem sempre usam os meios tradicionais da ordem jurídica”.

Participaram da solenidade o presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, desembargador Rui Ramos Ribeiro; o Procurador-Geral do Estado, Rogério Galo; o Procurador-Geral da Assembleia Legislativa, Luiz Otávio Trovo de Souza; o Procurador-Geral de Justiça do Ministério Público de Mato Grosso do Sul, Paulo Cezar Passos; o Sub-procurador-geral do Trabalho, Jeferson Luiz Pereira Coelho; o Sub-procurador Geral de Justiça Administrativo do MP/MT, Hélio Fredolino Faust; o corregedor-geral do Ministério Público, Flávio Cesar Fachone, e demais integrantes do Colégio de Procuradores de Justiça.


Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:
Dezembro de 2017
15.12.17 09h01 » MPE investiga conselheiro que deixou posto para fazer concurso
13.12.17 11h17 » MPE instaura inquérito contra Savi e Silval por suposto esquema
13.12.17 09h07 » CNMP arquiva reclamação contra dois procuradores de MT
12.12.17 14h37 » Tribunal de Justiça bloqueia R$ 227 mil das contas de ex-prefeito
11.12.17 15h10 » Odebrecht devolve R$ 1,2 mi e Conselho do MPE arquiva inquérito
10.12.17 17h00 » “Turma do colarinho branco delata porque não aguenta cadeia”
08.12.17 14h00 » MPE investiga contrato de gestão do Hospital de Rondonópolis
07.12.17 15h52 » MPE diz que vereadores fraudaram lei para beneficiar empresa
05.12.17 18h15 » Promotor recorre ao STJ e pede nova prisão de pastor
05.12.17 14h45 » CNMP não vê irregularidades e arquiva reclamação contra Zaque



Copyright 2012 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet