Artigos
  • THAYSON HENRIQUE MOTA
    Tribunais inferiores continuavam a proferir decisões pela formação de grupo econômico sustentando o poder de comando em face da mera identidade de sócios
  • RODRIGO CARVALHO
    Não cabe a nenhum órgão de controle interno ou externo e ao Judiciário criar limites à função do procurador
  • RENATO NERY
    Quanta gente não se embriagou com milionários cargos públicos supridos pela desenfreada corrupção?
  • VICTOR MAIZMAN
    A Constituição impõe que no tocante ao ICMS, quanto mais essencial for o produto ou serviço, menor deve ser a alíquota
MPE / EM HOSPITAL

Tamanho do texto A- A+
05.09.2017 | 16h01
MPE investiga denúncia de supostas agressões a idosos
Agressões teriam ocorrido na unidade de Alta Floresta, conforme denúncia ao Ministério Público
Divulgação
MPE apura suspeita de agressões de funcionários do hospital em Alta Floresta
VINÍCIUS LEMOS
DA REDAÇÃO

O Ministério Público Estadual (MPE) instaurou inquérito civil para apurar supostas agressões praticadas por médicos e enfermeiros do Hospital Regional Albert Sabin, de Alta Floresta (803 km ao Norte de Cuiabá).

O procedimento foi aberto pelo promotor Luciano Martins da Silva, da 1ª Promotoria de Justiça Cível da Comarca de Alta Floresta, em 28 de agosto.

Na portaria que instaurou o procedimento, o promotor menciona que o inquérito tem como base uma denúncia sigilosa encaminhada à ouvidoria da instituição.

A manifestação enviada anonimamente ao MPE detalhou que pessoas idosas seriam vítimas de violência no hospital regional, que seriam praticadas, supostamente, por médicos e enfermeiros.

“A necessidade da instauração do presente procedimento decorre do teor da manifestação sigilosa realizada na Ouvidoria do Ministério Público, registrada sob o nº 27687”, assinalou.

Luciano Martins determinou que o enfermeiro-chefe do Hospital Regional de Alta Floresta seja notificado para comparecer a uma audiência na Promotoria de Justiça, que ainda será agendada.

Na data, ele deverá prestar esclarecimentos sobre a suposta violação aos direitos da pessoa idosa na unidade de Saúde.

O servidor Henry Leones de Souza, que atua como assistente ministerial, foi nomeado para liderar os procedimentos administrativos sobre o inquérito.

As apurações ainda não têm prazo para serem concluídas.


Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:
Outubro de 2017
16.10.17 11h05 » MPE acusa ex-prefeito de VG de improbidade administrativa
15.10.17 15h02 » Após auditoria da CGE, MPE vai investigar convênios da Faesp
15.10.17 14h10 » MPE: Maluf dobrou salário de filha de réu para não ser citado
13.10.17 14h05 » MPE: Maluf e Alan controlavam cargo de “arrecadador de propina”
11.10.17 11h19 » MPE acusa Maluf de liderar esquema de fraudes na Seduc
11.10.17 10h47 » MPE denuncia ex-secretário de Justiça por prática de prevaricação
11.10.17 09h35 » MPE requer melhorias em unidade de saúde do CPA IV
10.10.17 17h21 » MPE pede penhora de bens de Jaime e Murilo em R$ 3 milhões
09.10.17 17h05 » MPE denuncia prefeita e mais 3 por suposta fraude em licitação
09.10.17 16h49 » MPE denuncia deputado estadual por agressão a jornalista



Copyright 2012 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet