Artigos
  • GISELE NASCIMENTO
    A lei garante à gestante o direito de pleitear do futuro pai os alimentos que sejam necessários durante a gravidez
  • RENATA MORAES
    Está mais do que na hora de extirparmos de nossas cabeças que o trabalhador não tem noção de seus direitos
MPE / EM HOSPITAL

Tamanho do texto A- A+
05.09.2017 | 16h01
MPE investiga denúncia de supostas agressões a idosos
Agressões teriam ocorrido na unidade de Alta Floresta, conforme denúncia ao Ministério Público
Divulgação
MPE apura suspeita de agressões de funcionários do hospital em Alta Floresta
VINÍCIUS LEMOS
DA REDAÇÃO

O Ministério Público Estadual (MPE) instaurou inquérito civil para apurar supostas agressões praticadas por médicos e enfermeiros do Hospital Regional Albert Sabin, de Alta Floresta (803 km ao Norte de Cuiabá).

O procedimento foi aberto pelo promotor Luciano Martins da Silva, da 1ª Promotoria de Justiça Cível da Comarca de Alta Floresta, em 28 de agosto.

Na portaria que instaurou o procedimento, o promotor menciona que o inquérito tem como base uma denúncia sigilosa encaminhada à ouvidoria da instituição.

A manifestação enviada anonimamente ao MPE detalhou que pessoas idosas seriam vítimas de violência no hospital regional, que seriam praticadas, supostamente, por médicos e enfermeiros.

“A necessidade da instauração do presente procedimento decorre do teor da manifestação sigilosa realizada na Ouvidoria do Ministério Público, registrada sob o nº 27687”, assinalou.

Luciano Martins determinou que o enfermeiro-chefe do Hospital Regional de Alta Floresta seja notificado para comparecer a uma audiência na Promotoria de Justiça, que ainda será agendada.

Na data, ele deverá prestar esclarecimentos sobre a suposta violação aos direitos da pessoa idosa na unidade de Saúde.

O servidor Henry Leones de Souza, que atua como assistente ministerial, foi nomeado para liderar os procedimentos administrativos sobre o inquérito.

As apurações ainda não têm prazo para serem concluídas.


Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:
Fevereiro de 2018
24.02.18 17h10 » Ação que questiona contrato da EIG está parada há três anos
22.02.18 10h11 » Chefe do MPE cita crise e suspende “auxílio-livro” a membros
22.02.18 09h59 » Sócios da EIG eram "maiores beneficiados" e pagavam propina, diz MPE
20.02.18 17h55 » Savi: “Não tenho medo do MPE; responderei delatores na Justiça”
20.02.18 08h32 » Delator diz que esquema começou com R$ 1,5 mi para Silval e Savi
20.02.18 08h21 » Juiz atende pedido do MPE e afasta prefeita de Juara por 180 dias
20.02.18 08h01 » Secretário da Assembleia recebeu 14 cheques de Botelho, diz MPE
19.02.18 17h39 » MPE diz que "organização criminosa" era composta por 3 núcleos
19.02.18 15h45 » MPE pediu a prisão de 49 acusados; desembargador negou
19.02.18 11h22 » Desde 2013, MPE tenta suspender contrato com empresa suspeita



Copyright © 2018 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet