Artigos
  • GISELE NASCIMENTO
    Decisões que atestam o “mero aborrecimento” em casos de desrespeito ao consumidor estimulam o “mero abuso”
  • HÉLCIO CORRÊA
    Não vale mais baratear debate prisional no Brasil ou ficar inutilizando recursos públicos no modelo vingativo e ineficaz
  • VICTOR MAIZMAN
    Cláusula do Devido Processo Legal assegura que ninguém será privado de seus bens, sem o processo legal
  • GONÇALO DE BARROS
    Nas redes sociais, os julgamentos são mais abertos, transparentes; a exceção é o anonimato
MPE / PREFEITO FILMADO

Tamanho do texto A- A+
02.09.2017 | 09h02
Vereadores vão ao MPE pedir celeridade em investigação
Decisão foi tomada após requerimento de CPI não ter atingido as assinaturas necessárias
Reprodução
O prefeito Emanuel Pinheiro recebendo suposta propina no Palácio Paiaguás
DA REDAÇÃO

A Câmara Municipal de Cuiabá aprovou, por requerimento do vereador Gilberto Figueiredo (PSB), uma visita oficial ao procurador-geral de Justiça do Estado de Mato Grosso, Mauro Benedito Pouso Curvo.

Da tribuna, Gilberto explicou que a finalidade da visita é pedir ao Ministério Público do Estado (MPE) que haja celeridade no processo de investigação que envolve o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (PMDB).

O vereador Gilberto Figueiredo pede que sejam esclarecidas as imagens veiculadas no Jornal Nacional da Rede Globo de Televisão – a partir do dia 24 de agosto último – nas quais o prefeito aparece recebendo dinheiro.

O montante seria supostamente proveniente de propina durante o governo Silval Barbosa, época em que Emanuel Pinheiro era deputado estadual.

A solicitação apresentada por Gilberto Figueiredo surgiu após a maioria dos vereadores não terem aprovado a abertura da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), propositura que foi assinada por Gilberto, na última terça-feira (29).

No entendimento de grande parte dos vereadores, o MP é o órgão com competência para realizar as investigações relacionadas ao prefeito Emanuel.

Prefeito na Câmara

Na última terça-feira (29), o vereador Gilberto Figueiredo apresentou um requerimento solicitando a presença do prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, na Câmara Municipal para prestar esclarecimentos quanto às imagens veiculadas em rede nacional, onde aparece supostamente recebendo dinheiro proveniente de propina.

O requerimento foi apresentado para a Mesa Diretora, porém a mesma ainda não convocou o prefeito.

De acordo com o Regimento Interno, o presidente da Câmara Municipal tem cinco dias úteis para encaminhar o requerimento ao prefeito.


Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:
Dezembro de 2017
13.12.17 11h17 » MPE instaura inquérito contra Savi e Silval por suposto esquema
13.12.17 09h07 » CNMP arquiva reclamação contra dois procuradores de MT
12.12.17 14h37 » Tribunal de Justiça bloqueia R$ 227 mil das contas de ex-prefeito
11.12.17 15h10 » Odebrecht devolve R$ 1,2 mi e Conselho do MPE arquiva inquérito
10.12.17 17h00 » “Turma do colarinho branco delata porque não aguenta cadeia”
08.12.17 14h00 » MPE investiga contrato de gestão do Hospital de Rondonópolis
07.12.17 15h52 » MPE diz que vereadores fraudaram lei para beneficiar empresa
05.12.17 18h15 » Promotor recorre ao STJ e pede nova prisão de pastor
05.12.17 14h45 » CNMP não vê irregularidades e arquiva reclamação contra Zaque
04.12.17 16h48 » Gaeco detalha suspeitas contra novos investigados na Convescote



Copyright 2012 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet