Artigos
  • THAYSON HENRIQUE MOTA
    Tribunais inferiores continuavam a proferir decisões pela formação de grupo econômico sustentando o poder de comando em face da mera identidade de sócios
  • RODRIGO CARVALHO
    Não cabe a nenhum órgão de controle interno ou externo e ao Judiciário criar limites à função do procurador
  • RENATO NERY
    Quanta gente não se embriagou com milionários cargos públicos supridos pela desenfreada corrupção?
  • VICTOR MAIZMAN
    A Constituição impõe que no tocante ao ICMS, quanto mais essencial for o produto ou serviço, menor deve ser a alíquota
Artigos / PAULO LEMOS

Tamanho do texto A- A+
24.08.2017 | 09h30
Retrocesso na Defensoria: o povo paga a conta!
As instituições de controle precisam apurar quem é o responsável por esse atentado à cidadania
PAULO LEMOS

A Defensoria Pública do Estado de Mato Grosso vem a reincidir na interrupção dos seus serviços em 15 (quinze) comarcas, alegando falta de recurso para manter os seus respectivos núcleos abertos, deixando à deriva milhares de jurisdicionados, sem acesso à justiça e defesa, a partir do dia 01 de setembro, segundo ato publicado no Diário Oficial e matéria jornalística constante no próprio portal virtual dela.

Pensei que não veria mais esse filme de terror e violação de direitos e garantias essenciais da população.

Trata-se da descontinuação de serviço essencial, que, em tese, não poderia sofrer dissolução de continuidade sem a responsabilização de alguém.

As instituições de controle precisam apurar quem é o responsável por esse atentado à cidadania.

A população, já desacreditada e desenganada com a inoperância geral e sistemática do Sistema de Justiça, por diversas variáveis que, inclusive, têm sido noticiadas na imprensa nacional, leva mais uma apunhalada nas costas e uma crava de punhal no coração, metaforicamente falando. E apesar das autoridades empurrarem uma ao colo da outra, a culpa grave, para não dizer ato de improbidade, é o povo quem novamente amarga o fel da derrota dos seus direitos fundamentais.

PAULO LEMOS é advogado e ex-Ouvidor-Geral da Defensoria Pública do Estado de Mato Grosso.


Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:
Outubro de 2017
14.10.17 11h42 » Grupo Econômico e a Lei 13.467/2017
14.10.17 11h40 » Procurador parecerista
14.10.17 11h39 » A fortuna e o fracasso
10.10.17 09h47 » Política tarifária
10.10.17 09h29 » Reage MT
07.10.17 11h58 » Direito de preferência do locatário
07.10.17 11h56 » Dívida pública, teto de gastos e delação
03.10.17 11h28 » Novo processo civil
03.10.17 11h27 » Em busca da segurança jurídica
03.10.17 11h26 » Desenredo



Copyright 2012 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet