Artigos
  • RITA DE CASSIA BUENO
    Vale ressaltar que a prisão não extingue o débito alimentar, não isentando o devedor de pagar os valores vencidos e vincendos

Tamanho do texto A- A+
06.06.2018 | 11h04
Caso Luciane
TJ quer ouvir chefe do Ministério Público Estadual sobre afastamento
DA REDAÇÃO
Rui Ramos 13-12-2017

O presidente do TJ-MT, Rui Ramos: à espera de parecer do MPE sobre Luciane

O presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, desembargador Rui Ramos, decidiu postergar a análise do recurso no qual a prefeita afastada de Juara, Luciane Bezerra, tenta retornar ao cargo.

O magistrado requereu que o chefe do Ministério Público Estadual (MPE), procurador de Justiça Mauro Curvo, formule um parecer sobre o caso antes de tomar a decisão.

A prefeita foi afastada em fevereiro deste ano, sob a suspeita de ter integrado um esquema de fraude em licitação naquele município.

"Entendo prudente ouvir o interessado e o Procurador-Geral de Justiça, como me faculta o art. 35, inciso XLVII, do Regimento Interno deste Sodalício. Dessa forma, intime-se o Ministério Público Estadual com atuação em Primeira Instância para que se manifeste, em cinco dias, acerca do pedido ora apresentado", diz trecho da decisão, datada do dia 30 de maio.


Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:
Julho de 2018
13.07.18 16h06 » Conduta vedada
13.07.18 11h01 » Ex-prefeita de Juara
12.07.18 16h02 » Presos na Bereré
11.07.18 17h02 » Esquema milionário
10.07.18 16h36 » Alvo da Rêmora
09.07.18 11h45 » Desvios no Detran
05.07.18 17h56 » Grampolândia
03.07.18 17h50 » “Sono dos justos”
03.07.18 16h57 » MPF e PF: omissão
02.07.18 17h03 » Crime ambiental



Copyright © 2018 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet