Artigos

Tamanho do texto A- A+
18.05.2018 | 16h02
Crédito Podre
Tribunal de Justiça autoriza cunhados a se falarem
DA REDAÇÃO
Luiz Ferreira da Silva

O desembargador Luiz Ferreira da Silva: autorização concedida

O desembargador Luiz Ferreira da Silva autorizou os corretores Rinaldo Batista Ferreira Junior e Rogerio Rocha Delmindo, alvos da Operação Crédito Podre, a poderem se comunicar.

Eles - que são cunhados - chegaram a ser presos na operação, mas foram soltos mediante o cumprimento de cautelares, entre elas o de não entrar em contato com nenhum réu ou testemunha da ação.

Como Rinaldo e Rogério moram e trabalham juntos, pediram para esta cautelar ser revogada, tendo a solicitação acatada.

"Autorizo, também, que ambos residam no mesmo endereço e possam assim conviver, mantendo-se, todavia, incólume a restrição de fazer contato com os demais réus e com as testemunhas arroladas pelo Ministério Público, por qualquer meio físico, eletrônico (telefone, e-mail etc.) ou por meio de interposta pessoa".


Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:
Julho de 2018
13.07.18 16h06 » Conduta vedada
13.07.18 11h01 » Ex-prefeita de Juara
12.07.18 16h02 » Presos na Bereré
11.07.18 17h02 » Esquema milionário
10.07.18 16h36 » Alvo da Rêmora
09.07.18 11h45 » Desvios no Detran
05.07.18 17h56 » Grampolândia
03.07.18 17h50 » “Sono dos justos”
03.07.18 16h57 » MPF e PF: omissão
02.07.18 17h03 » Crime ambiental



Copyright © 2018 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet