Artigos
  • LUIZ FLÁVIO GOMES
    Processo que apeou do poder a ex-presidente foi golpe ou merda expulsão de ladrões?
  • GISELE NASCIMENTO
    Toda disputa exige o prévio conhecimento das regras, mas também o uso de boa técnica

Tamanho do texto A- A+
23.03.2018 | 17h50
Danos morais
Indenização do desembargador Perri deverá ficar mais "gorda"
DA REDAÇÃO
Orlando Perri 28-09-2017

O desembargador Orlando Perri, que deverá ser indenizado por juiz

Decisão da juíza Ana Paula Miranda, da 5ª Vara Cível de Cuiabá, deverá deixar ainda mais "gorda" a indenização que o juiz aposentado José Geraldo Rocha Barros Palmeira terá que pagar ao desembargador Orlando Perri, do Tribunal de Justiça de Mato Grosso.

O juiz foi condenado em 2007 por ter feito uma denúncia inverídica contra o desembargador, na tentativa de retaliá-lo pelo fato de Perri ter sido o relator do procedimento que culminou com a sua aposentadoria compulsória. A indenização, na época, foi arbitrada em R$ 200 mil, valor que atualizado supera os R$ 658 mil.

Na nova decisão, a juíza Ana Paula Miranda verificou que os juros e correção começaram a contar a partir da data da sentença, enquanto que o correto seria a partir da data em que ocorreram os fatos que motivaram a ação. Desta forma, ela mandou o contador judicial elaborar novo cálculo que, por óbvio, aumentará o valor da dívida.


Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:
Abril de 2018
24.04.18 18h46 » Foro íntimo
24.04.18 18h44 » Jardim Cuiabá
23.04.18 17h23 » Ação dos grampos
20.04.18 09h44 » STF & Silval
19.04.18 17h31 » Hospital Jd. Cuiabá
19.04.18 10h25 » Facão no TCE-MT
19.04.18 10h23 » Lucro abusivo
18.04.18 17h48 » Post no Insta
16.04.18 17h53 » No Gaeco
16.04.18 09h57 » Delação no STF



Copyright © 2018 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet