Artigos
  • LUIZ FLÁVIO GOMES
    O habeas corpus protocolado em favor do ex-presidente Lula começou juridicamente errado

Tamanho do texto A- A+
06.03.2018 | 09h41
Em domiciliar
Coronel da Polícia Militar é autorizado a fazer biometria
DA REDAÇÃO

 

RONELSON

O coronel Ronelson Barros, que poderá sair de casa para fazer biometria

Foto: Alair Ribeiro/MidiaNews

O coronel Ronelson Barros, suspeito de participar do esquema de interceptações ilegais no Estado, conseguiu autorização para fazer seu cadastramento biométrico junto à Justiça Eleitoral.

A decisão é do juiz Murilo Mesquita, da 11ª Vara Criminal Militar de Cuiabá. Ronelson chegou a ser preso no ano passado, mas obteve a prisão domiciliar por ordem do ministro Mauro Campbell, do Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Ele fará a biometria na próxima quarta-feira (14), acompanhado de escolta.

“Desta feita, em face da comprovada necessidade de comparecimento para regularização eleitoral, excepcionalmente autorizo a saída do réu Ronelson (fl. 4474), mediante escolta, no período matutino do dia 14.03.2018, para que realize o seu cadastramento biométrico eleitoral na Central de Atendimento ao Eleitor de Várzea Grande/MT, situada na Avenida Castelo Branco, n° 47, Centro”, decidiu o juiz.


Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:
Julho de 2018
13.07.18 16h06 » Conduta vedada
13.07.18 11h01 » Ex-prefeita de Juara
12.07.18 16h02 » Presos na Bereré
11.07.18 17h02 » Esquema milionário
10.07.18 16h36 » Alvo da Rêmora
09.07.18 11h45 » Desvios no Detran
05.07.18 17h56 » Grampolândia
03.07.18 17h50 » “Sono dos justos”
03.07.18 16h57 » MPF e PF: omissão
02.07.18 17h03 » Crime ambiental



Copyright © 2018 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet