Artigos
  • VINÍCIUS SEGATTO
    Você já se questionou por qual razão ele existe, qual a sua verdadeira aplicabilidade ou, até mesmo, qual é ou será o seu destino?

Tamanho do texto A- A+
05.03.2018 | 17h38
"Sem perdão"
Dívidas: ex-bicheiro João Arcanjo reprova falas de advogado
DA REDAÇÃO
João arcanjo_juri

João Arcanjo e Zaid Arbid: declarações sobre dívidas

O ex-chefe do crime organizado em Mato Grosso, João Arcanjo Ribeiro, não gostou das recentes declarações públicas de um de seus advogados, Zaid Arbid.

Na semana passada, ele disse que Arcanjo tem cerca de R$ 250 milhões para receber de empréstimos feitos pela Confiança Factoring, antes de ser preso, em 2003. E que não perdoará os devedores.

“Não é questão de perdoar. Nós não estamos no paraíso. No paraíso, é que você aplica o Pai Nosso: você vai perdoar as dívidas e as ofensas. Mas estamos na Terra e tudo na Terra tem que receber para poder pagar”, afirmou, por exemplo.

Segundo uma fonte da coluna, Arcanjo, que ficou 15 anos preso e conseguiu progressão de pena para o semiaberto, achou que as declarações são desnecessárias, pois podem colocar em risco sua atual condição e despertar receio da Justiça e do Ministério Público.

Segundo a fonte, o ex-comendador irá cobrar, sim, os devedores, mas apenas via judicial.


Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:
Julho de 2018
13.07.18 16h06 » Conduta vedada
13.07.18 11h01 » Ex-prefeita de Juara
12.07.18 16h02 » Presos na Bereré
11.07.18 17h02 » Esquema milionário
10.07.18 16h36 » Alvo da Rêmora
09.07.18 11h45 » Desvios no Detran
05.07.18 17h56 » Grampolândia
03.07.18 17h50 » “Sono dos justos”
03.07.18 16h57 » MPF e PF: omissão
02.07.18 17h03 » Crime ambiental



Copyright © 2018 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet