Artigos
  • Ao constatar que seu cartão foi clonado, o consumidor deve imediatamente comunicar o fato a operadora do cartão realizando a contestação das compras que não realizou
  • LEONARDO CAMPOS
    Indispensável na solução de conflitos e no amadurecimento da sociedade

Tamanho do texto A- A+
01.02.2018 | 15h17
Dinheiro para WS
Ministério Público Estadual quer quebra de sigilo de Jajah Neves
DA REDAÇÃO
Jajah Neves e Wilson Santos 24-08-2017

Jajah Neves e Wilson Santos: verba e dor de cabeça

O promotor de Justiça Mauro Zaque deve pedir a quebra do sigilo bancário do suplente de deputado estadual Jajah Neves (PSDB).

Em um áudio, gravado sem seu conhecimento, ele disse que repassa mensalmente a verba indenizatória de R$ 65 mil para o titular da cadeira na Assembleia, o secretário de Estado de Cidades, Wilson Santos (PSDB).

Os deputados não precisam prestar contas dos gastos feitos com a verba, o que aumenta as suspeitas sobre sua destinação.

Ambos prestaram depoimento, na quarta-feira (31), na sede do MPE. Segundo apurou a coluna, Jajah apresentou um discurso "ensaiado", que despertou suspeita entre promotores.

Com a quebra de sigilo, será possível rastrear o caminho da verba, ou seja, se o montante foi pulverizado para outras contas ou sacado na boca do caixa.


Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:
Julho de 2018
13.07.18 16h06 » Conduta vedada
13.07.18 11h01 » Ex-prefeita de Juara
12.07.18 16h02 » Presos na Bereré
11.07.18 17h02 » Esquema milionário
10.07.18 16h36 » Alvo da Rêmora
09.07.18 11h45 » Desvios no Detran
05.07.18 17h56 » Grampolândia
03.07.18 17h50 » “Sono dos justos”
03.07.18 16h57 » MPF e PF: omissão
02.07.18 17h03 » Crime ambiental



Copyright © 2018 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet