Artigos
  • XÊNIA ARTMANN GUERRA
    “Evoluímos” para a repulsiva situação de uma advogada ser presa e algemada dentro de um fórum no exercício da profissão
  • JEAN CARVALHO
    Atribuo, sob a minha ótica, a responsabilidade da dificuldade passada pelo Poder Judiciário ao próprio Judiciário
  • LUIZ HENRIQUE LIMA
    Até na cela de uma prisão, uma boa leitura liberta o pensamento e desacorrenta a alma

Tamanho do texto A- A+
03.12.2017 | 10h10
Caso Silval
Delator pede ao STF revogação de prisão
DA REDAÇÃO
silvio araujo interrogatorio

Sílvio Correa quer deixar a prisão domiciliar e entrar no regime semiaberto

Ex-chefe de gabinete do ex-governador Silval Barbosa (sem partido), o delator Sílvio César Corrêa pediu ao ministro Luiz Fux, do STF, a mudança da prisão domiciliar para o regime semiaberto. Sílvio cumpre a pena desde o dia 13 de junho.

Ele é apontado como o responsável pelas gravações de deputados estaduais recebendo maços de dinheiro, que, conforme Silval, eram um "mensalinho" para que os parlamentares apoiassem o Governo na Assembleia Legislativa.

A petição foi protocolada pelos advogados Délio Fortes Lins e Victor Alípio Borges, no dia 22 de novembro. Os defensores alegam que o ex-assessor de Silval já teria cumprido integralmente a prisão domiciliar de um ano, considerando que ele ficou mais de um ano em prisão preventiva, no Centro de Custódia da Capital (CCC).

O ministro Luiz Fux determinou a manifestação da Procuradoria-Geral da República (PGR), antes de decidir se acata ou não o pedido da defesa.


Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:
Julho de 2018
13.07.18 16h06 » Conduta vedada
13.07.18 11h01 » Ex-prefeita de Juara
12.07.18 16h02 » Presos na Bereré
11.07.18 17h02 » Esquema milionário
10.07.18 16h36 » Alvo da Rêmora
09.07.18 11h45 » Desvios no Detran
05.07.18 17h56 » Grampolândia
03.07.18 17h50 » “Sono dos justos”
03.07.18 16h57 » MPF e PF: omissão
02.07.18 17h03 » Crime ambiental



Copyright © 2018 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet