Artigos
  • XÊNIA ARTMANN GUERRA
    “Evoluímos” para a repulsiva situação de uma advogada ser presa e algemada dentro de um fórum no exercício da profissão
  • JEAN CARVALHO
    Atribuo, sob a minha ótica, a responsabilidade da dificuldade passada pelo Poder Judiciário ao próprio Judiciário
  • LUIZ HENRIQUE LIMA
    Até na cela de uma prisão, uma boa leitura liberta o pensamento e desacorrenta a alma

Tamanho do texto A- A+
01.12.2017 | 09h40
Grampos S/A
Inquérito no STJ tem movimentação intensa
DA REDAÇÃO
mauro campbell

O ministro Mauro Campbell, responsável pelo inquérito dos "grampos"

O inquérito que apura o esquema de interceptações clandestinas em Mato Grosso tem tido movimentações intensas, no âmbito do Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Sob a responsabilidade do ministro Mauro Campbell, o inquérito recebe petições quase diariamente. O conteúdo não é divulgado por conta do segredo de Justiça decretado no caso.

Antes de “subirem” ao STJ, as investigações eram conduzidas pelo desembargador Orlando Perri, do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, que chegou a decretar a prisão de vários envolvidos - entre eles, então secretários de Estado, como o coronel PM Airton Siqueira (Justiça e Direitos Humanos).

Porém, a maioria das prisões foi revogada pelo ministro. Apenas continuam detidos o coronel Zaqueu Barbosa e o cabo Gérson Correa, apontados como os principais operadores dos “grampos”.


Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:
Julho de 2018
13.07.18 16h06 » Conduta vedada
13.07.18 11h01 » Ex-prefeita de Juara
12.07.18 16h02 » Presos na Bereré
11.07.18 17h02 » Esquema milionário
10.07.18 16h36 » Alvo da Rêmora
09.07.18 11h45 » Desvios no Detran
05.07.18 17h56 » Grampolândia
03.07.18 17h50 » “Sono dos justos”
03.07.18 16h57 » MPF e PF: omissão
02.07.18 17h03 » Crime ambiental



Copyright © 2018 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet