Artigos
  • VINÍCIUS SEGATTO
    Você já se questionou por qual razão ele existe, qual a sua verdadeira aplicabilidade ou, até mesmo, qual é ou será o seu destino?

Tamanho do texto A- A+
07.11.2017 | 10h50
Ex-vereador
Justiça de Mato Grosso não consegue penhorar bens
DA REDAÇÃO
João Emanuel

O ex-vereador João Emanuel: nenhum bem encontrado

A Justiça de Cuiabá, novamente, não conseguiu penhorar nenhum bem do ex-vereador João Emanuel para garantir o pagamento de R$ 470 mil imposto a ele, por improbidade administrativa.

Em julho, foi determinada a penhora das contas do político, que está preso há mais de um ano, mas todas estavam “zeradas”, assim como também não havia nenhum veículo em nome dele.

Nesta semana, um oficial de Justiça foi até o apartamento de João Emanuel, mas, segundo ele, “na oportunidade, não havia no local bens passíveis de penhora, apenas bens que guarnecem o imóvel”.

João Emanuel foi condenado por usar o cargo de presidente da Câmara de Cuiabá para obter vantagens pessoais e fraudar licitações.


Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:
Julho de 2018
13.07.18 16h06 » Conduta vedada
13.07.18 11h01 » Ex-prefeita de Juara
12.07.18 16h02 » Presos na Bereré
11.07.18 17h02 » Esquema milionário
10.07.18 16h36 » Alvo da Rêmora
09.07.18 11h45 » Desvios no Detran
05.07.18 17h56 » Grampolândia
03.07.18 17h50 » “Sono dos justos”
03.07.18 16h57 » MPF e PF: omissão
02.07.18 17h03 » Crime ambiental



Copyright © 2018 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet