Artigos
  • PEDRO HENRIQUE MARQUES
    Aspectos constitucionais do referido instituto na atual conjuntura política
  • VICTOR MAIZMAN
    É recorrente a insatisfação e inconformismo da sociedade quanto à elevada carga tributária
  • RENATO NERY
    A imprensa diariamente notícia novos casos de apropriação do espólio da viúva

Tamanho do texto A- A+
03.11.2017 | 11h23
Polêmica
STF: Luiz Roberto Barroso volta a alfinetar Gilmar Mendes; veja
DA REDAÇÃO
Gilmar e Barroso

Ministros Gilmar Mendes e Luiz Roberto Barroso: confronto no âmbito da Suprema Corte

Depois de protagonizar um duro embate com Gilmar Mendes, no plenário do STF, na semana passada - quando "sobrou" até para Mato Grosso (leia mais AQUI) -, o ministro Luiz Roberto Barroso repetiu as críticas que fez ao colega, durante o 34º Encontro Nacional dos Procuradores da República, que começou na quarta-feira (1º), em Porto de Galinhas (PE).

Na discussão no plenário, Barroso disse que Gilmar “vai mudando a jurisprudência de acordo com o réu” e que promove não o Estado de Direito, mas um “Estado de compadrio”. Também afirmou que Mendes tinha uma “parceria com a leniência em relação à criminalidade de colarinho branco”.

A uma plateia de procuradores nesta semana, Barroso mostrou que não está disposto a colocar panos quentes no episódio. Sem citar Gilmar, o ministro voltou a atacar o “Estado de compadrio” que muda a jurisprudência “de acordo com o réu”.

Analisando a conduta de integrantes da magistratura, Barroso afirmou: “A lógica de um juiz não pode ser a do amigo/inimigo, mas sim a do correto, justo e legítimo. O poder, inclusive o de juízes e tribunais, não existe para proteger amigos e perseguir inimigos, mas para servir ao bem e à justiça. Juiz que faz favores transaciona com o que não lhe pertence”.

Com informações do site da revista Veja.


Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:
Junho de 2018
22.06.18 17h46 » Desagravo
22.06.18 14h36 » Multa de R$ 6,4 mi
21.06.18 16h52 » Questão de foro
21.06.18 11h49 » Sétima Vara
20.06.18 17h22 » Largou a toga
20.06.18 16h59 » Ameaça no Whats
19.06.18 15h38 » Previdência
19.06.18 11h15 » Parecer
19.06.18 08h59 » HC na Bereré
16.06.18 09h34 » Continua preso



Copyright © 2018 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet