Artigos
  • VICTOR MAIZMAN
    O Judiciário dará solução imediata ao cidadão ou à pessoa jurídica, quando houver ameaça à violação de direito
  • EDUARDO MAHON
    Há nomes que merecem permanecer na memória da Cultura de Mato Grosso; já outros...

Tamanho do texto A- A+
16.10.2017 | 11h54
Equívoco
HC no STF: ex-secretário Mauro Zaque foi "candidato a prefeito"
DA REDAÇÃO
SEPULVEDA PERTENCE

O ex-ministro do STF Sepúlveda Pertence: equívoco

Em um pedido de habeas corpus ingressado, na semana passada, no Supremo Tribunal Federal, pedindo a liberade do ex-secretário chefe da Casa Civil, Paulo Taques, o escritório do ex-ministro Sepúlveda Pertence - que foi procurador-geral da República e presidiu o próprio STF - cometeu um equívoco curioso.

Na peça de 17 páginas, os advogados pontuam que o promotor de Justiça Mauro Zaque, ex-secretário de Estado de Segurança Pública, foi "candidato a prefeito de cidade do interior", em 2016.

Paulo Taques está detido, pela segunda vez, por decisão do desembargador Orlando Perri, do Tribunal de Justiça de Mato Grosso. Ele é suspeito de participação no famigerado esquema de grampos ilegais.

Veja fac-símile de trecho da petição:

Zaque sepulveda


Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:
Novembro de 2017
21.11.17 16h18 » Conselheiro
21.11.17 15h25 » R$ 2,3 milhões
21.11.17 10h30 » Efeito Lava Jato
16.11.17 11h49 » Juiz denunciou
14.11.17 10h01 » Sem propina
14.11.17 09h13 » Cúpula da PF
11.11.17 10h57 » Embate jurídico
10.11.17 11h13 » Prescreveu
09.11.17 17h44 » Fraude na Seduc
09.11.17 17h42 » Auxílio-moradia



Copyright 2012 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet