Artigos
  • GONÇALO ANTUNES DE BARROS NETO
    O culto à decisão da maioria, a vontade geral capitaneada pelo legislador, foi substituída pela vontade constitucional

Tamanho do texto A- A+
16.10.2017 | 11h54
Equívoco
HC no STF: ex-secretário Mauro Zaque foi "candidato a prefeito"
DA REDAÇÃO
SEPULVEDA PERTENCE

O ex-ministro do STF Sepúlveda Pertence: equívoco

Em um pedido de habeas corpus ingressado, na semana passada, no Supremo Tribunal Federal, pedindo a liberade do ex-secretário chefe da Casa Civil, Paulo Taques, o escritório do ex-ministro Sepúlveda Pertence - que foi procurador-geral da República e presidiu o próprio STF - cometeu um equívoco curioso.

Na peça de 17 páginas, os advogados pontuam que o promotor de Justiça Mauro Zaque, ex-secretário de Estado de Segurança Pública, foi "candidato a prefeito de cidade do interior", em 2016.

Paulo Taques está detido, pela segunda vez, por decisão do desembargador Orlando Perri, do Tribunal de Justiça de Mato Grosso. Ele é suspeito de participação no famigerado esquema de grampos ilegais.

Veja fac-símile de trecho da petição:

Zaque sepulveda


Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:
Fevereiro de 2018
20.02.18 16h14 » R$ 804 mil
20.02.18 16h10 » Grampolândia
20.02.18 08h54 » Fator paletó
19.02.18 17h47 » Detran & propina
19.02.18 16h03 » Madrugou
19.02.18 16h02 » Só no Bereré
19.02.18 11h50 » Cerco fechado
19.02.18 11h47 » Operação Bereré
17.02.18 09h32 » Grampos S/A
17.02.18 09h31 » Delação de Dóia



Copyright © 2018 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet