Artigos
  • GONÇALO ANTUNES DE BARROS NETO
    O culto à decisão da maioria, a vontade geral capitaneada pelo legislador, foi substituída pela vontade constitucional

Tamanho do texto A- A+
16.10.2017 | 11h50
Contrato suspeito
Tribunal de Contas do Estado manda ex-Secopa restituir cofres públicos
DA REDAÇÃO

Edson Rodrigues/Secopa

Mauricio Guimaraes

O ex-secretário da Secopa, Maurício Guimarães, que terá que restituir os cofres públicos

Depois de ser alvo da Operação Descarrilho, da Polícia Federal – que investigou suspeitas de desvios nas obras do VLT -, o ex-secretário da Secopa, Maurício Guimarães, agora está na mira do TCE.

Ele e mais três ex-assessores terão que devolver aos cofres públicos R$ 37.562,50, referentes à contratação de um escritório de advocacia que recebeu, mas não teria prestado o serviço contratado.

Além de Maurício Magalhães, devem restituir o erário, de forma solidária, o ex-secretário adjunto de Infraestrutura, Alysson Sander de Souza; o ex-assessor especial e fiscal do contrato, Rafael Detoni Moraes; e a os responsáveis pela empresa contratada, Biazzo Simon Advogados.


Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:
Fevereiro de 2018
20.02.18 16h14 » R$ 804 mil
20.02.18 16h10 » Grampolândia
20.02.18 08h54 » Fator paletó
19.02.18 17h47 » Detran & propina
19.02.18 16h03 » Madrugou
19.02.18 16h02 » Só no Bereré
19.02.18 11h50 » Cerco fechado
19.02.18 11h47 » Operação Bereré
17.02.18 09h32 » Grampos S/A
17.02.18 09h31 » Delação de Dóia



Copyright © 2018 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet