Artigos
  • LUIZ FLÁVIO GOMES
    O habeas corpus protocolado em favor do ex-presidente Lula começou juridicamente errado

Tamanho do texto A- A+
04.10.2017 | 09h22
Fraude em ata
Ex-chefe da Casa Civil, Paulo Taques deixa CCC e vai à Justiça Federal
DA REDAÇÃO
Paulo Taques 091116

O ex-secretário chefe da Casa Civil, Paulo Taques

O advogado e ex-secretário chefe da Casa Civil, Paulo Taques, deixou o Centro de Custódia da Capital na tarde desta terça-feira (3) para ser ouvido como testemunha de defesa em processo contra o empresário José Carlos Dorte, na Justiça Federal.

A audiência foi conduzida pelo juiz federal, Paulo Sodré.

O caso se refere à acusação de fraude em ata que registrou a chapa do então candidato ao Senado, Pedro Taques, na eleições de 2010. O nome de José Medeiros, que assumiu a vaga, teria sido inserido de modo fraudulento no documento.

O empresário José Dorte é acusado pelo Ministério Público Federal (MPF) de falso testemunho no Juízo da 54ª Zona Eleitoral de Mato Grosso.

O ex-secretário chegou à Justiça Federal escoltado por, pelo menos, cinco agendes federais. Ele permaneceu no local durante 1h30.

Taques foi preso na última quarta-feira (27), acusado de obstruir as investigações sobre o esquema de escutas ilegais no Estado.


Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:
Julho de 2018
13.07.18 16h06 » Conduta vedada
13.07.18 11h01 » Ex-prefeita de Juara
12.07.18 16h02 » Presos na Bereré
11.07.18 17h02 » Esquema milionário
10.07.18 16h36 » Alvo da Rêmora
09.07.18 11h45 » Desvios no Detran
05.07.18 17h56 » Grampolândia
03.07.18 17h50 » “Sono dos justos”
03.07.18 16h57 » MPF e PF: omissão
02.07.18 17h03 » Crime ambiental



Copyright © 2018 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet