Artigos
  • SÂMYA SANTAMARIA E CLAUDINÉIA SIMON
    Se o seu tataravô praticou um dano ambiental na área rural que agora é de sua propriedade, você irá responder pelo dano

Tamanho do texto A- A+
04.10.2017 | 09h19
Afastado do TCE
Ministro Fux quer parecer do Ministério Público Federal em três dias
DA REDAÇÃO
Antonio Joaquim

O conselheiro afastado Antonio Joaquim, que recorreu ao STF

O ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), intimou a Procuradoria-Geral da República (PGR) a formular um parecer sobre o recurso do presidente afastado do Tribunal de Contas do Estado (TCE-MT), Antonio Joaquim.

No recurso, o conselheiro tenta revogar a decisão  de Fux que o afastou do cargo, em sede da Operação Malebolge, deflagrada no mês passado, na qual Antonio Joaquim é investigado por, em tese, ser um dos beneficiários de uma suposta propina de R$ 53 milhões no TCE e de ter vendido uma fazenda de forma ilícita ao ex-governador Silval Barbosa (PMDB).

A PGR terá três dias para opinar, de forma favorável ou desfavorável, ao recurso de Joaquim.


Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:
Junho de 2018
19.06.18 11h15 » Parecer
19.06.18 08h59 » HC na Bereré
16.06.18 09h34 » Continua preso
16.06.18 09h22 » Efeito Arqueiro
16.06.18 09h16 » "Sem provas"
15.06.18 15h48 » "Pão e Circo"
15.06.18 13h57 » Efeito Blairo
13.06.18 10h38 » Superfaturamento
13.06.18 10h16 » “Tranquilidade”
13.06.18 09h57 » "Corrupção"



Copyright © 2018 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet