Artigos
  • LUIZ FLÁVIO GOMES
    O habeas corpus protocolado em favor do ex-presidente Lula começou juridicamente errado

Tamanho do texto A- A+
28.09.2017 | 11h24
Rebateu Taques
Orlando Perri: "Pensa que pode corrigir-me a palmatória"
DA REDAÇÃO
PERRI1

O desembargador Orlando Perri, que assinou os mandados na Operação Esdras

Na decisão que desencadeou a Operação Esdras, o desembargador Orlando Perri rebateu as críticas feitas pelo governador Pedro Taques (PSDB) na semana passada, quando o magistrado afastou secretário de Segurança Rogers Jarbas.

Na ocasião, Taques criticou o atuação de Perri e chegou a declarar que pior do que criminoso é magistrado parcial.

“Promoveu-se até uma manifestação governamental, na qual trombetearam e matraquearam, a mais não poder, a parcialidade deste Relator. Com a boca cheia de probidade para nodoar o nome alheio, anunciou-se que vão questioná-la no Conselho Nacional de Justiça”, escreveu Perri, referindo à decisão de Taques de acioná-lo no órgão de controle da Magistratura em razão da decisão considerada, pelo tucano, "esdrúxula" e "absurda".

“Pensa meu detrator que pode corrigir-me palmatórias. O tom apostólico da desazada acusação de parcialidade, que me querem encangalhar, não impressiona nem as almas de estrumeira”, escreveu Perri.


Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:
Julho de 2018
13.07.18 16h06 » Conduta vedada
13.07.18 11h01 » Ex-prefeita de Juara
12.07.18 16h02 » Presos na Bereré
11.07.18 17h02 » Esquema milionário
10.07.18 16h36 » Alvo da Rêmora
09.07.18 11h45 » Desvios no Detran
05.07.18 17h56 » Grampolândia
03.07.18 17h50 » “Sono dos justos”
03.07.18 16h57 » MPF e PF: omissão
02.07.18 17h03 » Crime ambiental



Copyright © 2018 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet