Artigos
  • GISELE NASCIMENTO
    Decisões que atestam o “mero aborrecimento” em casos de desrespeito ao consumidor estimulam o “mero abuso”
  • HÉLCIO CORRÊA
    Não vale mais baratear debate prisional no Brasil ou ficar inutilizando recursos públicos no modelo vingativo e ineficaz
  • VICTOR MAIZMAN
    Cláusula do Devido Processo Legal assegura que ninguém será privado de seus bens, sem o processo legal
  • GONÇALO DE BARROS
    Nas redes sociais, os julgamentos são mais abertos, transparentes; a exceção é o anonimato

Tamanho do texto A- A+
26.09.2017 | 09h41
Guerra de Poderes
Procurador-geral do Estado põe panos quentes em polêmica
DA REDAÇÃO
Rogério Gallo

O procurador-geral do Estado, Rogério Gallo

O procurador-geral do Estado, Rogério Gallo, não quis jogar gasolina na fogueira da polêmica entre Executivo e Judiciário, após a prisão do secretário de Estado de Saúde, Luiz Soares.

Perguntando se a prisão seria uma retaliação contra o Executivo - após o governador Pedro Taques (PSDB) criticar a decisão do desembargador Orlando Perri de mandar pôr tornozeleira e afastar o secretário Rogers Jarbas (Segurança) -, Gallo não quis polemizar.

"Não há qualquer perseguição com relação ao Estado. Os poderes continuam seguindo à risca o que consta na Constituição Federal e do Estado. Portanto, não há qualquer relação entre o episódio do afastamento de Jarbas  e a prisão de Luiz Soares", afirmou.


Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:
Dezembro de 2017
14.12.17 08h49 » Disputa no TCE-MT
13.12.17 21h00 » Lucro abusivo
12.12.17 08h45 » Afastado do TCE
11.12.17 15h52 » Grampolândia
11.12.17 12h00 » Monitorado
07.12.17 17h00 » Supremo bate-boca
07.12.17 10h43 » Grampos S/A
07.12.17 09h00 » Justiça
06.12.17 08h35 » “Gravidade”
05.12.17 14h00 » Sem paciência



Copyright 2012 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet