Artigos
  • LUIZ FLÁVIO GOMES
    O habeas corpus protocolado em favor do ex-presidente Lula começou juridicamente errado

Tamanho do texto A- A+
14.09.2017 | 15h57
Operação da PF
Buscas e apreensões: confira a íntegra da decisão de Luiz Fux
DA REDAÇÃO
Luiz Fux

Ministro Fux diz que há "indícios veementes" de que Maggi e outros políticos cometeram crimes

Na decisão que autorizou busca e apreensão em endereços - em Brasília e em Cuiabá - de Blairo Maggi, o ministro Luiz Fux, do STF, afirma que há "indícios veementes" de que o ministro da Agricultura cometeu crime de obstrução de investigação ao atuar, de acordo com a PGR, para impedir que pessoas que colaboravam com apurações sobre crimes durante a gestão dele à frente do Governo de Mato Grosso (2003-2010) o envolvessem.

Para Fux, os depoimentos e documentos apresentados a partir das delações - que foram homologadas por ele - justificam a ação da Polícia Federal, por meio da Operação Malebolge, na manhã desta quinta-feira (14), contra Maggi, o senador Cidinho Santos e outros quatro investigados.

No total, o STF autorizou busca e apreensão em 65 endereços de deputados, empresários e do prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (PMDB). Houve ainda o afastamento cautelar de cinco conselheiros do Tribunal de Contas do Estado (TCE).

Confira AQUI a íntegra da decisão do ministro Luiz Fux.


Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:
Julho de 2018
13.07.18 16h06 » Conduta vedada
13.07.18 11h01 » Ex-prefeita de Juara
12.07.18 16h02 » Presos na Bereré
11.07.18 17h02 » Esquema milionário
10.07.18 16h36 » Alvo da Rêmora
09.07.18 11h45 » Desvios no Detran
05.07.18 17h56 » Grampolândia
03.07.18 17h50 » “Sono dos justos”
03.07.18 16h57 » MPF e PF: omissão
02.07.18 17h03 » Crime ambiental



Copyright © 2018 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet