Artigos
  • GILMAR MENDES
    Esse procedimento acaba sendo o meio para coibir interpretações equivocadas e mesmo abusos na prisão
  • ELVIS KLAUK JR
    Antes de fechar negócio é muito importante verificar se o imóvel está com os respectivos documentos em ordem
  • PAULO LEMOS
    Na política, há um quadro crônico e agudo de delírios, alucinações, desejos, impulsos e compulsões

Tamanho do texto A- A+
10.07.2017 | 16h26
Convescote
Ao telefone, servidor do Tribunal de Contas “ostentava” gastos
DA REDAÇÃO

O servidor Cláudio Sassioto, do Tribunal de Contas do Estado (TCE-MT), foi flagrado “ostentando” gastos, em uma conversa interceptada pelo Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco).

Sassioto foi preso no dia 20 de junho, durante a Operação Convescote, que apura o desvio de mais de R$ 3 milhões dos cofres públicos, por meio de convênios firmados entre a Fundação de Apoio ao Ensino Superior Público Estadual (Faespe) com a Assembleia, Tribunal de Contas do Estado (TCE), Secretaria de Estado de Infraestrutura (Sinfra) e Prefeitura de Rondonópolis.

Em uma das ligações, ele fala com uma mulher denominada “Mari” sobre um pacote de dinheiro levado por ele em um prédio. Em seguida, cita os gastos abundantes que mantinha.

Para o Gaeco, a conversa se tratava da divisão do dinheiro do esquema e dos “significativos gastos” de Sassioto “com festas e viagens”.

Veja trecho da conversa:

print claudio sassioto ostentando


Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:
Janeiro de 2018
17.01.18 10h21 » Impeachment
17.01.18 10h18 » Chico & Francisco
16.01.18 16h03 » Duodécimo
13.01.18 09h40 » Deu na Veja
10.01.18 16h28 » Staff de Taques
09.01.18 11h12 » Ofensa no Whats
06.01.18 11h52 » Justiça "cruel"
02.01.18 14h42 » Cedidos ao TJ
02.01.18 14h40 » Efeito Lava Jato
Dezembro de 2017
28.12.17 16h43 » Escolha de Taques



Copyright © 2018 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet