Artigos
  • GISELE NASCIMENTO
    Decisões que atestam o “mero aborrecimento” em casos de desrespeito ao consumidor estimulam o “mero abuso”
  • HÉLCIO CORRÊA
    Não vale mais baratear debate prisional no Brasil ou ficar inutilizando recursos públicos no modelo vingativo e ineficaz
  • VICTOR MAIZMAN
    Cláusula do Devido Processo Legal assegura que ninguém será privado de seus bens, sem o processo legal
  • GONÇALO DE BARROS
    Nas redes sociais, os julgamentos são mais abertos, transparentes; a exceção é o anonimato

Tamanho do texto A- A+
13.06.2017 | 11h24
Esquema na Sefaz
Propina teria bancado Corolla para agente
DA REDAÇÃO

O funcionário da Caramuru Alimentos, Walter Souza Júnior, afirmou que parte da propina paga pela empresa teria sido usada pelo agente de tributos Alfredo Menezes de Mattos Junior para comprar um Toyota Corolla zero quilômetro.

A informação consta no depoimento prestado pelo funcionário à Delegacia Fazendária.

Alfredo Júnior e o também agente André Fantoni estão presos por, em tese, terem integrado esquema que diminuiu uma multa de R$ 65 milhões da Caramuru para R$ 315 mil, mediante exigência de R$ 1,8 milhão em propina.


Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:
Dezembro de 2017
11.12.17 15h52 » Grampolândia
11.12.17 12h00 » Monitorado
07.12.17 17h00 » Supremo bate-boca
07.12.17 10h43 » Grampos S/A
07.12.17 09h00 » Justiça
06.12.17 08h35 » “Gravidade”
05.12.17 14h00 » Sem paciência
05.12.17 10h43 » Estrelado
05.12.17 08h25 » Convescote
04.12.17 17h10 » Caso Faespe



Copyright 2012 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet