Artigos
  • GISELE NASCIMENTO
    Decisões que atestam o “mero aborrecimento” em casos de desrespeito ao consumidor estimulam o “mero abuso”
  • HÉLCIO CORRÊA
    Não vale mais baratear debate prisional no Brasil ou ficar inutilizando recursos públicos no modelo vingativo e ineficaz
  • VICTOR MAIZMAN
    Cláusula do Devido Processo Legal assegura que ninguém será privado de seus bens, sem o processo legal
  • GONÇALO DE BARROS
    Nas redes sociais, os julgamentos são mais abertos, transparentes; a exceção é o anonimato

Tamanho do texto A- A+
13.06.2017 | 11h22
Inquérito de Temer
Época: Executivo cita Wellington na PF
DA REDAÇÃO

O senador Wellington Fagundes (PR) foi citado em depoimento do executivo Ricardo Mesquita, da empresa Rodrimar, à Polícia Federal, no inquérito que investiga o presidente Michel Temer (PMDB). A informação é da Época.

Segundo a revista, Mesquita disse que o deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR), flagrado recebendo R$ 500 mil em propina, era o interlocutor de Temer com o setor privado - e que pediu ajuda de Loures para resolver problemas do setor portuário.

"A Rodrimar tem um pleito junto ao governo federal pela prorrogação da concessão de exploração de áreas no Porto de Santos, reduto de influência política de Temer. Em maio, Temer assinou decreto com mudanças em regras do setor portuário, mas a principal demanda da Rodrimar, a prorrogação de concessões obtidas antes de 1993, ainda não foi atendida".

De acordo com a Época, o assunto inicialmente foi discutido no Ministério dos Transportes e depois enviado à Casa Civil, onde Rocha Loures passou a participar de reuniões e discussões. Nessa época, os encontros de Mesquita com Loures tinham “frequência praticamente semanal, visando à atualização quanto à tramitação do novo marco regulatório do setor portuário”.

"Segundo Mesquita, ele ficou sabendo que a ampliação dos prazos para contratos anteriores a 1993 estava tendo dificuldades na discussão na Casa Civil e acionou Rocha Loures pretendendo que ele, juntamente com outros interlocutores do setor portuário, como o senador Wellington Fagundes (PR-MT), agisse para resolver o problema”.


Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:
Dezembro de 2017
11.12.17 15h52 » Grampolândia
11.12.17 12h00 » Monitorado
07.12.17 17h00 » Supremo bate-boca
07.12.17 10h43 » Grampos S/A
07.12.17 09h00 » Justiça
06.12.17 08h35 » “Gravidade”
05.12.17 14h00 » Sem paciência
05.12.17 10h43 » Estrelado
05.12.17 08h25 » Convescote
04.12.17 17h10 » Caso Faespe



Copyright 2012 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet