Artigos
  • RENATO NERY
    Esta forma de cobrança (protesto) canhestra demonstra o desapreço do Poder Público para com o contribuinte
  • CARLOS MONTENEGRO
    Ao que me parece, a lesão resta muito mais evidenciada à sociedade e não aos cofres públicos
  • FERNANDA RAMOS
    A Lei em questão trouxe sim é segurança jurídica tanto para as empresas como para os trabalhadores
Enquetes

Você acha que a Lava Jato corre o risco de ser inviabilizada pela lentidão da Justiça?

  • Sim
  • Não
Segunda, 17 de abril de 2017, 16h42

Tamanho do texto A- A+
Sem perseguição
Juíza diz que não nutre raiva por ex-vereador
DA REDAÇÃO

A juíza Selma Arruda negou mais um pedido da defesa do ex-vereador João Emanuel para afastá-la do processo oriundo da operação Castelo de Areia, que apura crimes de estelionato.

Na decisão, publicada nesta segunda-feira (17), a magistrada pontuou jamais ter afirmado se sentir ameaçada ou com medo do suposto atentado que João Emanuel teria encomendado contra sua vida.

O suposto atentado foi citado pelo empresário Walter Magalhães, também réu do processo, que disse que o ex-vereador teria pedido para o Comando Vermelho matar a juíza.

Selma pontuou que só seria suspeita para julgar o caso se ela própria fosse vítima no processo, “o que não é o caso dos autos”.

“Ademais, esta magistrada não nutre nenhum sentimento de temor, raiva, perseguição, ou mesmo qualquer discriminação ou preferência pelo Excipiente”, garantiu.


Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:
Abril de 2017
28.04.17 09h12 » "Preso de novo"
27.04.17 09h34 » Análise
27.04.17 09h32 » Porte de arma
26.04.17 11h52 » Multada em blitz
26.04.17 10h30 » Sem "abalo"
26.04.17 08h17 » Queda de braço
26.04.17 08h16 » Harvard
26.04.17 08h15 » Sem especulação
26.04.17 08h14 » Terreno na Sodoma
25.04.17 09h20 » Obra do VLT



Copyright 2012 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet