Artigos
  • VICTOR MAIZMAN
    Se agente público pode agir de forma discricionária, Constituição censura atitudes incoerentes

Tamanho do texto A- A+
06.04.2017 | 11h28
A lista de Riva
"Indignação" de citados soa como piada
DA REDAÇÃO

Para quem é acostumado a viver os bastidores da política em Mato Grosso - e conhecer de perto parte de seus personagens - pode soar até mesmo cômica a reação de alguns dos 34 políticos e ex-políticos citados pelo ex-deputado José Riva, como beneficiários de dinheiro público que, segundo ele, era distribuído num esquema feito para manter a base governista unida, entre 2003 e 2008.

O que mais chama a atenção é a "indignação" de alguns citados, como se tivessem suas fichas limpíssimas, não respondessem a nenhum processo na Justiça e figurassem como cidadãos acima de quaisquer suspeitas. Talvez não seja esse o caso...

Só para lembrar, Riva disse que R$ 37,5 milhões foram distribuídos durante as gestões do ex-governador e atual ministro da Agricultura Blairo Maggi (PP).  O ex-deputado, que comandou, soberano, a Assembleia Legislativa por vinte anos, garantiu que tem como provar que os citados receberam dinheiro indevidamente.


Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:
Maio de 2017
22.05.17 14h44 » Rêmora
22.05.17 14h43 » Leves e soltos
22.05.17 14h42 » Grampos
22.05.17 14h42 » Propina
22.05.17 14h41 » JBS e Propina
22.05.17 14h41 » “Arapongagem”
22.05.17 14h40 » Alvo do Gaeco
19.05.17 09h25 » Lista de grampos
19.05.17 09h25 » Em sigilo
19.05.17 09h22 » "Cartas Marcadas"



Copyright 2012 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet