Artigos
  • VICTOR MAIZMAN
    Se agente público pode agir de forma discricionária, Constituição censura atitudes incoerentes

Tamanho do texto A- A+
30.03.2017 | 18h24
Política x Direito
Secretário diz sentir “saudades” da advocacia
DA REDAÇÃO

 

Paulo Taques

O secretário-chefe da Casa Civil, Paulo Taques

O secretário-chefe da Casa Civil, Paulo Taques, afirmou sentir “saudades” da advocacia. Ele possui um dos escritórios mais conceituados do Estado, mas está afastado desde 2015, quando assumiu cargo no Executivo Estadual.

A declaração foi feita quando questionado sobre a possibilidade de disputar uma vaga de conselheiro no TCE-MT (Tribunal de Contas do Estado). Nos bastidores são fortes os rumores de que ele poderia ser sugerido pelo governador Pedro Taques (PSDB) aos deputados estaduais, que tem a prerrogativa de fazer a próxima indicação.

“Isso é só boato. Não passa de boato. Não tenho nenhuma intenção de ocupar uma cadeira no TCE. Eu nunca falei disso com o governador, não tenho intenção de ir para o Tribunal. Quando acabar minha missão aqui no Governo, quero voltar ao meu escritório de advocacia. Aliás, estou com saudades da advocacia”, disse.


Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:
Maio de 2017
22.05.17 14h44 » Rêmora
22.05.17 14h43 » Leves e soltos
22.05.17 14h42 » Grampos
22.05.17 14h42 » Propina
22.05.17 14h41 » JBS e Propina
22.05.17 14h41 » “Arapongagem”
22.05.17 14h40 » Alvo do Gaeco
19.05.17 09h25 » Lista de grampos
19.05.17 09h25 » Em sigilo
19.05.17 09h22 » "Cartas Marcadas"



Copyright 2012 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet