Artigos
  • VICTOR MAIZMAN
    O Judiciário dará solução imediata ao cidadão ou à pessoa jurídica, quando houver ameaça à violação de direito
  • EDUARDO MAHON
    Há nomes que merecem permanecer na memória da Cultura de Mato Grosso; já outros...

Tamanho do texto A- A+
22.03.2017 | 17h02
Gafe
Ministro diz que Selma atua em Campo Grande
DA REDAÇÃO
Rogério Schietti

O ministro do STJ, Rogério Schietti

eterna confusão entre Mato Grosso e Mato Grosso do Sul parece ter chegado até mesmo nas mais altas cortes do Judiciário

Exemplo disso foi a fala do ministro Rogério Schietti Cruz, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), que afirmou, em um de seus votos, que a juíza Selma Arruda da Vara Contra o Crime Organizado de Cuiabá, na verdade atuaria em Campo Grande, a Capital do Estado vizinho. 

A gafe ocorreu no julgamento que negou a suspeição de Selma na condução da ação penal derivada da 1ª fase da Operação Sodoma

O habeas corpus, impetrado pela defesa do ex-governador Silval Barbosa (PMDB), foi votado no último dia 9. 

Não é a primeira fez que personalidades importantes trocam os nomes das cidades e até mesmo o Estado.  A gafe já foi cometida, por exemplo, pelo atual presidente Michel Temer (PMDB). É comum ver o erro também em jornais nacionais. 

Veja o trecho do voto que contém a gafe:

Divulgação

Fogo amigo

Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:
Novembro de 2017
21.11.17 10h30 » Efeito Lava Jato
16.11.17 11h49 » Juiz denunciou
14.11.17 10h01 » Sem propina
14.11.17 09h13 » Cúpula da PF
11.11.17 10h57 » Embate jurídico
10.11.17 11h13 » Prescreveu
09.11.17 17h44 » Fraude na Seduc
09.11.17 17h42 » Auxílio-moradia
08.11.17 16h53 » Precatórios
08.11.17 16h17 » Estrela no TCE-MT



Copyright 2012 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet