Artigos
  • VICTOR MAIZMAN
    Se agente público pode agir de forma discricionária, Constituição censura atitudes incoerentes

Tamanho do texto A- A+
20.03.2017 | 17h48
Provocação
João Emanuel tentaria desestabilizar juíza
DA REDAÇÃO

 

João Emanuel

O ex-vereador João Emanuel, que é réu na 7ª Vara Criminal de Cuiabá

O ex-vereador João Emanuel, que responde a processos na 7ª Vara Criminal de Cuiabá, tenta desestabilizar a titular da Pasta, juíza Selma Arruda, na tentativa, talvez, de conseguir sua suspeição

Em audiência nesta semana, o ex-vereador – que, entre outros crimes, é acusado de aplicar golpes usando uma falsa empresa -, disse esperar que a toga da magistrada “não sirva de trampolim politico”. 

Selma Arruda, cuja aposentadoria deve sair neste ano, é um nome que volta e meia surge como possível candidata em Mato Grosso. Ela mesmo não demonstra muito interesse no assunto.


Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:
Maio de 2017
22.05.17 14h44 » Rêmora
22.05.17 14h43 » Leves e soltos
22.05.17 14h42 » Grampos
22.05.17 14h42 » Propina
22.05.17 14h41 » JBS e Propina
22.05.17 14h41 » “Arapongagem”
22.05.17 14h40 » Alvo do Gaeco
19.05.17 09h25 » Lista de grampos
19.05.17 09h25 » Em sigilo
19.05.17 09h22 » "Cartas Marcadas"



Copyright 2012 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet