Artigos
  • VICTOR MAIZMAN
    Se agente público pode agir de forma discricionária, Constituição censura atitudes incoerentes

Tamanho do texto A- A+
17.03.2017 | 17h14
Abatido
Silval sente baque de derrota no STJ
DA REDAÇÃO
Silval Abatido

O ex-governador Silval Barbosa, durante depoimento: abatimento

A decisão do STJ (Superior Tribunal de Justiça) de não anular a Operação Sodoma, uma das mais importantes no combate a esquemas e punição aos corrupptos em Mato Grosso, caiu como uma bomba na cabeça do ex-governador Silval Barbosa (PMDB), preso há mais de um ano e meio em Cuiabá.

Segundo um advogado que acompanha o caso de perto, o ex-governador apostava todas as suas fichas na tese de sua defesa, que queria, também, afastar a juíza Selma Arruda da ação - tentativa igualmente negada pelos ministros.

"Ele sentiu o baque de mais essa derrota na guerra judicial", disse o advogado. Magro e abatido, Silval estaria recebendo cuidados psiquiátricos para aguentar o tranco no presídio.


Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:
Maio de 2017
22.05.17 14h44 » Rêmora
22.05.17 14h43 » Leves e soltos
22.05.17 14h42 » Grampos
22.05.17 14h42 » Propina
22.05.17 14h41 » JBS e Propina
22.05.17 14h41 » “Arapongagem”
22.05.17 14h40 » Alvo do Gaeco
19.05.17 09h25 » Lista de grampos
19.05.17 09h25 » Em sigilo
19.05.17 09h22 » "Cartas Marcadas"



Copyright 2012 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet