Artigos
  • VILSON NERY
    Li as propostas dos três candidatos, e separei as palavras “agricultura” e agronegócio” em seu contexto no plano de governo, para dar qualidade à minha pretensão
  • JOÃO PAULO OLIVEIRA
    No processo eleitoral atual há uma enorme preocupação com relação a informações falsas que são passadas no que tange a uma série de situações e candidatos
STF / INVESTIGAÇÃO

Tamanho do texto A- A+
13.03.2018 | 10h43
Barroso autoriza quebra de sigilo telefônico de ex-auxiliar e de amigo de Temer
Decisão de ministro do STF foi tomada em inquérito que apura suposto favorecimento à empresa Rodrimar no porto de Santos
Rosinei Coutinho/SCO/STF
O ministro Luís Roberto Barroso, do STF
DA TV GLOBO

O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF) autorizou a quebra dos sigilos telefônico e telemático (e-mails e mensagens) de duas pessoas ligadas ao presidente Michel Temer – o ex-deputado Rodrigo da Rocha Loures (PMDB) e o coronel João Baptista Lima. Rocha Loures foi assessor de Temer na Presidência da República. Lima é amigo do presidente.

A decisão de Barroso foi tomada dentro do inquérito que apura suposto favorecimento de interesses da empresa Rodrimar no porto de Santos por meio de um decreto presidencial.

Na mesma decisão, Barroso também autorizou quebras de sigilos do dono da Rodrimar, Antonio Celso Grecco, e do diretor da empresa Ricardo Mesquita. Eles negam ter feito pagamentos ilícitos em troca de supostas vantagens por meio da edição do decreto.

Em razão do mesmo caso, o ministro já havia determinado a quebra do sigilo bancário do próprio Temer. O presidente nega ter cometido irregularidades e disse que dará à imprensa "acesso total" às informações do extrato bancário.

Segundo o jornal, a decisão de Barroso foi tomada no último dia 27 de fevereiro, mesmo dia em que ele autorizou a quebra do sigilo de Temer.


Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:
Setembro de 2018
19.09.18 17h43 » Dias Toffoli diz que STF terá atuação 'mais discreta possível'
19.09.18 09h33 » Supremo absolve Renan Calheiros da acusação de peculato
18.09.18 17h18 » Ministro do STF Luís Roberto Barroso prorroga inquérito dos portos
17.09.18 17h22 » "Presidenciável 'sempre foi eleito' pelas urnas eletrônicas", rebate ministro
17.09.18 11h25 » Sachetti é acusado de alienar área pública; STF remete ação ao TJ
17.09.18 11h20 » Toffoli diz que 'dificilmente' prisão de Lula será derrubada por recurso
14.09.18 17h25 » Lewandowski paralisa julgamento em que Lula perdia por 7 a 1
14.09.18 16h26 » 'Não somos mais nem menos que os outros poderes', diz Dias Toffoli
14.09.18 15h55 » Perícia diz que Maggi não apagou mensagens de celular
13.09.18 09h53 » Gilmar Mendes vê 'notório abuso de poder' e pede 'freios'



Copyright © 2018 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet