Artigos
  • VALBER MELO E FILIPE MAIA BROETO
    Ao implementar-se o método do discovery, eliminar-se-ão os "blefes", os "trunfos", as "jogadas desleais", bem como os eventuais "jogadores espertos"
  • LUIZ GONÇALO DA SILVA
    O posicionamento do STF amplia a possibilidade de surgimento de novas empresas e de ampliação de postos de trabalho
  • LEONARDO CAMPOS
    Impôs derrotas acachapantes, renovou na medida de sua vontade e deixou claro suas prioridades mais imediatas
STF / MINISTÉRIO DO TRABALHO

Tamanho do texto A- A+
06.02.2018 | 15h19
Cármen Lúcia deve decidir caso Cristiane Brasil antes do carnaval
A expectativa no próprio Palácio do Planalto é de que a presidente do STF mantenha a suspensão
Rosinei Coutinho/SCO/STF
A ministra Cármen Lúcia, presidente do STF
DO BLOG DA ANDRÉIA SADI

A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, deve decidir o impasse envolvendo a posse de Cristiane Brasil no Ministério do Trabalho nesta semana, antes do carnaval, segundo fontes da Corte.

A expectativa no próprio Palácio do Planalto é de que a presidente do STF mantenha a suspensão da posse da deputada.

Em nota nesta segunda-feira (5), a deputada pediu que o STF dê celeridade ao seu caso.

Nos bastidores, o governo admite que o melhor caminho, se Cármen Lúcia mantiver a suspensão, será o PTB indicar um outro nome para a vaga no Trabalho. A bancada do partido na Câmara se reúne nesta terça-feira (6).

Oficialmente, o Planalto afirma que a indicação está mantida, apesar dos sucessivos episódios de desgaste envolvendo a deputada.

O mais recente, revelado pelo Fantástico, mostra Cristiane Brasil ameaçando servidores públicos para conseguir votos.


Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:
Outubro de 2018
16.10.18 08h33 » Ministro do STF determina arquivamento de inquérito contra Maggi
15.10.18 16h18 » Novelli cita baixa produtividade de substitutos e pede para voltar
11.10.18 17h02 » STF reafirma legalidade da terceirização em atividades-fim
10.10.18 16h42 » Lewandowski concede decisão para Garotinho não ser preso
10.10.18 14h38 » STF prorroga investigação contra deputado de MT delatado por Silval
05.10.18 15h57 » Gilmar Mendes manda soltar irmão de Beto Richa e mais 7
04.10.18 17h02 » Gilmar Mendes lança livros sobre Constituição e atuação no STF
04.10.18 08h01 » Celso de Mello homologa delação premiada fechada por Marcos Valério
03.10.18 16h19 » Não há necessidade de uma nova Constituinte, afirma Dias Toffoli
03.10.18 09h58 » Gilmar nega HC de executivo do banco Original, do grupo JBS



Copyright © 2018 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet