Artigos
  • SÂMYA SANTAMARIA E CLAUDINÉIA SIMON
    Se o seu tataravô praticou um dano ambiental na área rural que agora é de sua propriedade, você irá responder pelo dano
  • IRAJÁ REZENDE DE LACERDA
    A relação dos indivíduos com a terra não estacionou na subsistência e tomou características econômicas
STF / CASO DIRCEU

Tamanho do texto A- A+
03.05.2017 | 08h29
Gilmar Mendes diz que Lava Jato não constrange Supremo
Força-tarefa da operação apresentou nova denúncia contra José Dirceu
Reprodução
MInistro Gilmar Mendes, que comentou nova denúncia contra José Dirceu
DA FOLHA DE S.PAULO

O ministro Gilmar Mendes, do STF (Supremo Tribunal Federal), disse nesta terça (2) que a nova denúncia contra José Dirceu não tem "absolutamente nenhuma" influência sobre o julgamento do habeas corpus do petista, que deve ocorrer nesta tarde.

"Se eles [procuradores] imaginam que vão constranger o Supremo, o Supremo deixava de ser o Supremo", afirmou Gilmar Mendes.

Pela manhã, a força-tarefa da Operação Lava Jato no Paraná apresentou nova denúncia contra Dirceu.

Em entrevista a jornalistas, o procurador Deltan Dallagnol afirmou que a denúncia já estava sendo "elaborada e amadurecida", mas sua apresentação foi precipitada em razão da análise do habeas corpus pelo STF.

O objetivo, segundo Dallagnol, foi trazer à tona novos elementos, "que podem ser ou não considerados pelo Supremo" para decidir sobre o pedido de liberdade.

O procurador afirmou que não houve novo pedido de prisão preventiva contra o ex-ministro "para não gerar um risco de má interpretação, no sentido de que nós gostaríamos de burlar uma avaliação do decreto de prisão anterior".

"A liberdade de José Dirceu representa um grave risco à sociedade, tanto em razão da gravidade concreta dos crimes praticados, como em razão da reiteração dos crimes e ainda em função da influência que ele tem no sistema político-partidário", afirmou.


Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:
Junho de 2018
15.06.18 11h47 » Lava Jato ganhou projeção exagerada e indevida, diz Gilmar Mendes
14.06.18 17h30 » STF proíbe condução coercitiva de réus e investigados para depoimento
14.06.18 15h33 » 2ª Turma do STF julgará recurso de Lula sobre áudios da Lava Jato
12.06.18 17h44 » STF decide que denúncia contra Blairo vai tramitar na 1ª Instância
12.06.18 10h32 » Ministro “desce” inquérito contra Ezequiel para Justiça Estadual
11.06.18 17h40 » Justiça e Estado não funcionam bem sem imprensa livre, diz Cármen Lúcia
08.06.18 17h56 » Ministro do STF aplica multa de R$ 506 milhões a 46 empresas
07.06.18 16h34 » Gilmar Mendes vota pela proibição da condução coercitiva
07.06.18 16h29 » Edson Fachin nega quebra de sigilo telefônico de Michel Temer
06.06.18 18h00 » Maioria do Supremo vota por derrubar voto impresso



Copyright © 2018 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet