Artigos
  • VICTOR MAIZMAN
    O Judiciário dará solução imediata ao cidadão ou à pessoa jurídica, quando houver ameaça à violação de direito
  • EDUARDO MAHON
    Há nomes que merecem permanecer na memória da Cultura de Mato Grosso; já outros...
STF / PODER JUDICIÁRIO

Tamanho do texto A- A+
21.03.2017 | 11h14
Presidente do STF, Cármen Lúcia anuncia que vai se aposentar em 2018
Ministra quer voltar a dar aulas na PUC-MG, onde participou de palestra nesta segunda-feira
Divulgação
A ministra Cármen Lúcia, presidente do STF, que pretende se aposentar no início de 2018
DE O DIA

Minas Gerais - A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, afirmou nesta segunda-feira  que pretende se aposentar da Corte e que isso deverá ocorrer já no início de 2018. 

A ministra afirmou que quer voltar a dar aula na Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC), em Belo Horizonte. Cármen Lúcia é professora licenciada da instituição, lotada na Faculdade Mineira de Direito (FMD). "Estou com saudades dos meus meninos", disse, se referindo aos alunos. 

A presidente deu palestra em aula inauguração da faculdade na manhã desta segunda. Na chegada à escola, passou por protesto contra o STF e foi chamada por uma manifestante de golpista. A ministra avaliou como normal o protesto. "É da democracia. Se não fosse aqui, seria na sala de aula", afirmou. Confirmado o desejo de se aposentar, a ministra não completaria os dois anos de mandato previstos para o cargo. 

A ministra assumiu o posto em setembro de 2016Durante a palestra, a ministra afirmou ainda que a morte de seu pai, Florival Rocha, em fevereiro, também contribuiu para que começasse a pensar em retornar a Minas Gerais. Acho que tenho a alma engarranchada em alguma árvore do norte de Minas", disse. A ministra é de Montes Claros. Seu pai morava em Espinosa, ambas cidades da região norte do Estado.

 

 


Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:
Novembro de 2017
16.11.17 11h38 » "É preciso corrigir os abusos", diz Gilmar Mendes sobre delações premiadas
15.11.17 08h25 » Fux determina que STJ investigue conselheiros e desmembra processos
15.11.17 08h01 » Deputado é investigado por gastos com "posto da propina" em MT
13.11.17 14h54 » STF retoma no dia 23 julgamento que pode limitar foro privilegiado
13.11.17 14h35 » Ministro arquiva procedimento sobre suposto “caixa 2” de Taques
13.11.17 14h22 » Nadaf diz que trouxe dados “mais valiosos” que Silval em ação
11.11.17 10h21 » Supremo julgará se teste físico de concurso pode ser adiado
09.11.17 16h41 » STF suspende julgamento sobre regras de terras quilombolas
09.11.17 16h23 » Ministro não vê calúnia e rejeita queixa de Juarez contra Leitão
08.11.17 16h01 » "Prender empresário corrupto é coisa de Estado de Direito", defende Barroso



Copyright 2012 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet