Artigos
  • VICTOR MAIZMAN
    A estrutura constitucional impõe que os aludidos Poderes são independentes e harmônicos entre si
  • VILSON NERY
    Os habitantes de Patópolis tiraram Dilma, porém se conformam com Temer
  • JOAQUIM SPADONI
    Os salários que são pagos com nosso dinheiro devem ter critérios claros, pautados e limitados em Lei
STF / MAGISTRATURA

Tamanho do texto A- A+
19.01.2017 | 14h44
Ministro suspende afastamento de juíza que deixou menina presa com homens
CNJ aplicou a pena de disponibilidade após o STF revogar a aposentadoria compulsória
Reprodução
DO MIGALHAS

Em decisão liminar, o ministro Marco Aurélio, do STF, suspendeu afastamento determinado pelo CNJ à juíza do Pará Clarice Maria de Andrade, que referendou a prisão de uma menina de 15 anos, que foi mantida em uma cela com outros 20 homens por 24 dias.

O caso ganhou repercussão nacional e, em junho de 2012, o Supremo havia revogado a aposentadoria compulsória que o Conselho aplicou à magistrada, a partir de entendimento do próprio ministro Marco Aurélio de que a juíza desconhecia as condições irregulares da cela. A Corte determinou o retorno do processo ao Conselho para pronunciamento quanto à outra imputação, de falsidade ideológica. Em outubro de 2016, porém, o CNJ aplicou a pena de disponibilidade à Clarice.

No mandado de segurança, Marco Aurélio aponta desatendimento das balizas assentadas no voto que proferiu em 2012.

“Apesar de consignar, no ato atacado, o pronunciamento do Supremo referente ao afastamento de qualquer responsabilidade alusiva à custódia da menor, o Conselho, em aparente contradição, imputou à magistrada a prática de conduta desidiosa relacionada ao evento, a embasar a determinação de sanção de disponibilidade.”

Assim, ante a existência de perigo de dano, deferiu a liminar para suspender o ato do CNJ.


Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:
Agosto de 2017
21.08.17 10h32 » "Juiz não pode ser covarde e ceder às pressões", diz Gilmar Mendes
20.08.17 16h10 » Gilmar Mendes decide soltar mais 4 investigados em operação do RJ
18.08.17 17h51 » Filho e ex-assessor de Silval têm delações homologadas no STF
18.08.17 17h44 » Tribunal terá que informar ao CNJ sobre salários de juízes
17.08.17 10h45 » Ministro do STF: Silval confessou crimes de "todos os níveis"
17.08.17 08h20 » Ministro do STF: Silval confessou crimes de "todos os níveis"
16.08.17 15h08 » Mato Grosso não será indenizado por abrigar terras indígenas
15.08.17 16h01 » STF nega novo pedido de Maggi para acessar inquéritos sigilosos
13.08.17 07h56 » “Brasil está em crise sem tamanho porque ninguém cumpre a lei”
12.08.17 09h43 » Silval: ele e Maggi deram R$ 6 mi para Eder mudar depoimento



Copyright 2012 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet