Artigos
  • VICTOR MAIZMAN
    Compete aos municípios instituir o tributo nos termos de uma Lei Complementar editada pelo Congresso Nacional
  • GISELE NASCIMENTO
    Qual terá sido o mais vultoso escândalo de desvio de recursos públicos no Brasil? Alguns dirão que foi o Mensalão
T. Superiores / EXECUÇÃO

Tamanho do texto A- A+
09.12.2016 | 15h29
Preso em 2ª instância é solto porque processo ainda não foi encerrado
A decisão monocrática é do ministro do STJ Reynaldo da Fonseca
Reprodução
Ministro concedeu liberdade a paciente preso antes da condenação
DO MIGALHAS

O ministro Reynaldo da Fonseca, da 5ª turma do STJ, concedeu liberdade a paciente que alegou ilegal determinação de expedição de mandado de prisão antes do trânsito em julgado da condenação.

Apesar do recente entendimento do STF acerca da execução provisória da pena, o ministro considerou que, no caso, a jurisdição das instâncias ordinárias ainda não se encerrou, mesmo “eventuais recursos especial e extraordinário não serem dotados de efeito suspensivo”. Foram opostos embargos de declaração.

“Tendo em vista a irreversibilidade de eventual cumprimento antecipado da pena e com o escopo de preservar e proteger os direitos/garantias fundamentais do jurisdicionado, o pedido liminar merece ser deferido para que o paciente aguarde em liberdade a entrega da jurisdição pelo segundo grau.”

 

Assim, deferiu o pedido liminar para determinar que o paciente aguarde em liberdade o julgamento do mérito do HC.


Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:
Julho de 2017
19.07.17 16h40 » STJ nega isenção de fiança a agente preso por fraude na Sefaz
18.07.17 17h00 » STJ mantém prisão de procurador acusado de atuar para JBS
04.07.17 11h05 » Após confusão com policiais, promotor é afastado
Junho de 2017
17.06.17 08h35 » STJ manda julgar empresária acusada de matar irmãos
13.06.17 08h30 » STJ anula condenação transitada em julgado contra PM de MT
12.06.17 08h28 » Ministro do STJ manda bloquear R$ 800 mil de Riva
Maio de 2017
24.05.17 09h06 » Coaf pode passar informações ao MP que não violem sigilo financeiro
09.05.17 17h41 » STJ autoriza transexuais a mudar gênero no registro civil
05.05.17 09h01 » STJ rebate jornal após notícia de que delação envolveria ministros
03.05.17 14h19 » STJ mantém bloqueio de contas de Riva em até R$ 1,9 milhão



Copyright 2012 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet